U.Porto cresce na elite mundial das áreas da Economia e Gestão

estudante FEP

O ranking baseia-se em critérios como a reputação dos cursos, as perspetivas de carreira e o nível salarial dos recém-licenciados no primeiro emprego. (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

A Universidade do Porto coloca 23 mestrados e pós-graduações – repartidos pela Faculdade de Economia (FEP) e pela Porto Business School – na edição 2015-2016 do Ranking BEST-MASTERS da Eduniversal, melhorando desta forma a sua melhor performance de sempre (em número de cursos citados) na lista que reúne, anualmente, os melhores programas de formação do mundo nas áreas da economia e da gestão.

Em relação às duas edições anteriores do ranking elaborado por uma das mais importantes agências de consultoria internacionais no campo do Ensino Superior, a U.Porto coloca mais uma formação do que em 2014/2005 e mais quatro formações do que em 2013/14 no topo das respetivas áreas. Entre eles encontram-se nove mestrados da Faculdade de Economia e 14 pós-graduações e programas de MBA da Porto Business School.

No que toca à FEP, o grande destaque vai para o Mestrado em Finanças e Fiscalidade, que integra pela primeira vez o “top 20” mundial (19.ª posição) na categoria de “Taxation”, confirmando-se pelo quarto ano consecutivo como o melhor programa a nível nacional naquela categoria. Registo ainda para as presenças do Mestrado em Contabilidade e Controlo de Gestão (32.º), do Master in Finance (32.º), do Master in Data Analytics (18.º), do Mestrado em Economia (32.º) e do Mestrado em Economia e Gestão das Cidades nos rankings da Europa Ocidental das respetivas áreas, assim como do Mestrado em Economia e Gestão do Ambiente (25.º), do Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde (44.º) e do Mestrado em Economia e Gestão da Inovação (56.º), nos respetivos rankings mundiais.

Relativamente à Porto Business School, a nota principal vai para a afirmação do The Magellan MBA como o melhor programa de MBA em Portugal, fruto da 21.ª posição obtida entre os melhores programas full time das escolas de negócios da Europa Ocidental. Nota também para Pós-Graduação em Gestão de Projetos que, ao alcançar a 8.ª posição a nível da Europa Ocidental, garante a melhor prestação – em termos absolutos – de todos os cursos da U.Porto.

Entre os 14 programas da escola de negócios da Universidade do Porto distinguidos pela Eduniversal destaca-se igualmente a performance das pós-graduações em Gestão de Vendas e em Gestão da Informação e Marketing Intelligence, colocadas na 13.ª posição a nível mundial nas respetivas categorias. Já as pós-graduações em Comunicação Empresarial Gestão de Pessoas ocupam o 14.º lugar entre as melhores da Europa Ocidental das suas áreas de estudo, ao passo que a pós-graduação em Gestão do Turismo e Hotelaria ocupa o 25.º lugar entre as 100 melhores do mundo na área de Tourism and Hospitality Management e General Management.

A escola de negócios da U.Porto coloca mais sete programas entre os melhores das suas categorias, todos eles com tendência de subida. Esta lista inclui as pós-graduações em Digital Business (53.ª melhor do mundo),  Gestão Imobiliária  (58.ª do mundo) e Análise Financeira  (80.º do mundo), o Executive MBA (40.º melhor da Europa Ocidental), e as pós-graduações em Direção de Empresas (28.ª da Europa Ocidental), Marketing Management  (31.ª da Europa Ocidental) e em Internacionalização (42.ª da Europa Ocidental).

Como é feito o ranking?

Resultado da avaliação de mais de 4000 mestrados e programas de MBA lecionados em todo o mundo, o ranking da Eduniversal pretende fornecer informações sobre os programas mais adequados em 31 áreas de estudo. A análise desta agência global de rankings, sediada em Paris, sustenta-se em inquéritos de satisfação de antigos estudantes , na recolha de informação nas escolas de negócio envolvidas e na análise da reputação das escolas – apoiada por profissionais de recursos humanos. O Eduniversal Best Masters ranking 2015/16 tem também por base três grandes critérios de avaliação – a reputação, as perspetivas salariais/salário-base dos alunos após a conclusão do programa e o índice de satisfação dos estudantes.