Projeto do UPTEC quer reutilizar materiais de construção antigos

Guardados nos armazéns parceiros do Repositório, os materiais recolhidos estão disponíveis para compra num catálogo online lançado no fim do ano passado. (Foto: DR)

Dar uma nova vida aos materiais provenientes de edifícios antigos, obras de reabilitação ou demolições, reduzindo desta forma o desperdício de materiais. Este é um dos principais objetivos do Repositório de Materiais, um projeto do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

A frequentar a mais recente edição da Escola de Startups do UPTEC, a ideia surgiu em 2013, da arquiteta Cláudia Cardoso, partindo do princípio de que muitos dos materiais referidos têm ainda valor económico e patrimonial e podem ser reabilitados e reutilizados. Para além de acrescentar valor ao seu novo local, a sua reutilização reduz de forma eficaz a quantidade de resíduos.

Portas, portadas, janelas, puxadores, azulejos, sanitários, soalho e telhas são apenas alguns exemplos dos materiais guardados nos armazéns parceiros do Repositório e que estão disponíveis para compra num catálogo online lançado no fim de 2017. Até ao momento, os armazéns estão apenas localizados no norte do país e em Lisboa, mas o projeto quer chegar a todo o território nacional.

O caráter inovador do Repositório de Materiais e a relevância no contexto da Economia Circular e Reabilitação Urbana Sustentável têm vindo a ser reconhecidos por diversas entidades. O projeto foi  inclusivamente  referenciado como exemplo no Plano de Ação para a Economia Circular em Portugal [2017-2020] do Ministério do Ambiente.

Mais informações em http://repositoriodemateriais.pt/.