Primeiro MOOC da U.Porto vale prémio a investigadores da FLUP

Estudante na Biblioteca da FADEUP

O primeiro Massive Open Online Course (MOOC) da U.Porto contou com a participação de mais de 700 pessoas. (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

Um artigo da autoria de José Azevedo e de Margarida Marques, investigadores da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), venceu o Best Paper Award da 8th World Conference on Educational Sciences, um congresso internacional no domínio das Ciências da Educação que decorreu entre 4 e 6 de fevereiro, em Madrid (Espanha).

O paper premiado avança uma reflexão sobre os fatores que podem contribuir para o sucesso de um Massive Open Online Course (MOOC), uma nova modalidade de ensino que privilegia o ensino gratuito e massivo, dirigido a pessoas de qualquer parte do mundo e com a possibilidade de gestão autónoma do número de horas de estudo.

Para chegarem às suas conclusões, os autores efetuaram a revisão da literatura e utilizaram a experiência adquirida com o primeiro MOOC da U.Porto – “As alterações climáticas nos média escolares” -, dedicado à utilização dos média para o ensino das alterações climáticas em sala de aula. Desenvolvido no âmbito do projeto Clima@EduMedia, desenvolvido na FLUP, o curso decorreu entre outubro e novembro de 2015 e contou com mais de 700 participantes, registando uma elevada taxa de conclusão (43% contra os 12,6% registados em média neste tipo de cursos).

Para José Azevedo, Professor Associado da FLUP, esta distinção internacional “vem corroborar o excelente trabalho académico desenvolvido pela Faculdade na área da educação. O júri apreciou bastante o tema inovador e o rigor científico do artigo”, completa o também coordenador do Clima@EduMedia, projeto do qual Margarida Marques é bolseira.

A organização da 8th World Conference on Educational Sciences recebeu 963 abstracts, submetidos por autores de 54 países diferentes.