Irmandade dos Clérigos associa-se à U.Porto para celebrar a Torre

Inaugarada em 1763 (comemora 250 anos em 2013), a Torre dos Clérigos é a obra mais emblemática de Nicolau Nasoni. (Foto: DR)

No ano em que se celebram os 250 anos da Torre dos Clérigos, obra mais emblemática de Nicolau Nasoni e símbolo da cidade do Porto, a Irmandade dos Clérigos decidiu associar-se à Universidade do Porto, através da celebração de um protocolo que, entre outras coisas, prevê a criação e atribuição anual de bolsas de estudo a estudantes da Universidade do Porto, para realizarem um período de estudos ao abrigo de programas de mobilidade.

Com assinatura agendada para o próximo dia 20 de setembro, pelas 11 horas, este protocolo estabelece ainda a criação de um prémio destinado a financiar projetos de investigação desenvolvidos no âmbito das comemorações dos 250 anos da Torre dos Clérigos.

O prémio agora criado irá galardoar trabalhos desenvolvidos na U.Porto que tenham por tema a Irmandade dos Clérigos ou o arquiteto italiano Nicolau Nasoni. O historiador italiano Giovanni Tedesco, doutorado em História da Arte Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), é o vencedor da primeira edição do prémio.

Recorde-se que a Universidade do Porto tem vindo a associar-se à celebração deste 250º aniversário da Torre dos Clérigos, tendo colaborado, por exemplo – através da sua Faculdade de Belas Artes – na criação de embalagens para uma edição especial de bombons alusivos à efeméride.