INESC TEC participa em projeto que permite criar calçado ao gosto do cliente

Projeto criou ferramentas para a indústria da moda responder de forma rápida às tendências e preferências dos consumidores.

A necessidade de responder rapidamente às tendências e preferências dos consumidores para artigos de moda, levou ao desenvolvimento do projeto FASCOM – Fashion-Cognizant-Manufacturing, por um consórcio de instituições que incluiu o INESC TEC.

O FASCOM desenvolveu um novo ciclo para a conceção, desenho, produção e venda de calçado de moda, com base na monitorização e partilha de informação ao longo da cadeia de valor do calçado, incluindo as tendências e preferências dos clientes nas lojas. Este projeto incluiu a conceção e o desenvolvimento de novos materiais, produtos de calçado em couro e em têxteis/sintéticos customizados, bem como de tecnologias de suporte ao fabrico inteligente.

A gestão desta informação foi feita a pensar na redução de custos e aumento de vendas nas empresas, mas também na produção de calçado orientado para as preferências dos consumidores.

Este ciclo incluiu a logística, pela redução de stocks ao longo da cadeia de fornecimento, redução de perdas nas vendas e maior facilidade na gestão do aprovisionamento, e o marketing, pela melhor segmentação do mercado, dados sobre aceitação dos artigos, planeamento e implementação de promoções.

Neste projeto, o INESC TEC ficou responsável pelo desenvolvimento do sistema de recomendação, que calcula e fornece recomendações de artigos mediante a solicitação dos utilizadores no contexto das aplicações de compra/venda assistida e do expositor interativo.

A equipa do INESC TEC criou também um repositório de dados que permite partilhar e controlar o acesso à informação gerada entre os vários intervenientes, e desenvolveu ainda um sistema de integração com base na cloud, que permite tirar proveito das diferentes tecnologias, protocolos e normas existentes, reduzindo substancialmente o custo da implementação e utilização da solução final.

Além do INESC TEC, este projeto teve como parceiros o CTCP – Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, a empresa de calçado SOZÉ (líder do projeto) e as empresas de base tecnológica CEI e INOVRETAIL.

Iniciado em outubro de 2015 e encerramento previsto para o próximo mês de setembro, foi financiado pelo FEDER através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização – COMPETE 2020 do Portugal 2020, através da Agência Nacional de Inovação (ANI).