FCUP assina protocolos de cooperação com a THALES, a MINAPORT e o LNEG

Protocolo com a THALES prevê a instalação, na FCUP, de um centro de cibersegurança na área da Internet das Coisas. (Foto: FCUP)

A Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) acaba de assinar um conjunto de protocolos de cooperação com as empresas THALES e MINAPORT, e com o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), que permitirão à FCUP alargar o seu âmbito de atuação nos domínios da segurança digital, da geologia e da mineralogia.

O protocolo com a THALES –  líder mundial em segurança digital e uma das maiores empresas na área dos sistemas de informação e serviços para as indústrias aeroespacial, de defesa e de segurança – foi assinado esta quinta-feira, e prevê a colaboração das duas instituições em projetos específicos de investigação nos domínios da cibersegurança, ciência, proteção de dados, entre outros.

Entre as atividades previstas no protocolo com a THALES inclui-se a instalação de um centro de cibersegurança na área da Internet das Coisas, que ficará ligado ao Centro de Competências em Cibersegurança e Privacidade (C3P) da Universidade do Porto, sediado na FCUP.

A colaboração com a MINAPORT e com o LNEG incide sobre estudo do jazigo de ouro de Freixo de Numão. (Foto: FCUP)

Já esta sexta-feira, a FCUP assinou um outro protocolo com o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) e a MINAPORT – Minas de Portugal. Em causa está o estudo do jazigo de ouro de Freixo de Numão, nas vertentes da geologia, da mineralogia e do processamento do minério, procurando-se ao mesmo tempo apoiar o desenvolvimento do projeto industrial.

A MINAPORT é uma empresa de capitais portugueses que tem em curso trabalhos exploratórios para  prospeção mineira nas regiões de Trás-os-Montes, da Beira Alta e da Beira Baixa.  O LNEG, é um organismo de investigação, demonstração e desenvolvimento tecnológico cuja missão é promover a inovação tecnológica, contribuindo para o aumento da competitividade dos agentes económicos no quadro de um progresso sustentável da economia Portuguesa.

Através das duas colaborações agora formalizadas, a Faculdade de Ciências da U.Porto garante, mais uma vez, a transferência de conhecimento para a sociedade e as empresas.