Estudante do ICBAS premiado no Congresso Português de Diabetes

Luís Crisóstomo está no ICBAS desde setembro de 2016. (Foto: DR)

Luís Crisóstomo, membro grupo de Biologia e Genética da Reprodução da Unidade Multidisciplinar de Investigação Biomédica (UMIB) e estudante do doutoramento em Ciências Biomédicas no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), venceu no passado dia 11 de março o prémio de Melhor Poster em Investigação Básica, atribuído no âmbito do 14º Congresso Português de Diabetes, que teve lugar em Vilamoura, Algarve.

O poster premiado, intitulado “Efeito de uma dieta de elevado teor em gordura e da sua reversão para uma dieta normal na fertilidade masculina”, apresentou os primeiros resultados do trabalho de doutoramento que decorre sob orientação de Marco G. Alves, Docente e Investigador Auxiliar no ICBAS e co-supervisão de Mário Sousa, Professor Catedrático do ICBAS, e ainda de João Raposo, Professor Auxiliar Convidado da Universidade Nova de Lisboa.

O trabalho incide nos efeitos negativos induzidos por uma dieta rica em gordura, nos parâmetros reprodutivos masculinos e no metabolismo testicular, e qual o efeito da reversão da dieta. Os investigadores avaliaram ainda as alterações induzidas por dietas ricas em gordura e que podem ser transmitidas à descendência, através do pai.

Nesta primeira fase do trabalho, os investigadores verificaram que dietas gordas estão associadas a menor viabilidade e motilidade espermática, e a alterações no metabolismo lipídico e energético do testículo, em ratinhos. A reversão da dieta, embora seja eficiente na normalização do peso, não é suficiente para recuperar todos os parâmetros de fertilidade masculina, e é incapaz de recuperar a normal função metabólica do testículo.

Numa próxima fase do trabalho, a equipa irá focar-se no estudo destes efeitos para as gerações seguintes. Assim, estes resultados lançam novas perspectivas sobre o impacto irreversível que uma dieta desequilibrada tem na fertilidade de machos, principalmente numa fase inicial da vida, e como esses erros alimentares podem ser transmitidos à descendência pelo pai e comprometer a função reprodutiva da geração seguinte.

Luís Crisóstomo é Mestre em Ciências Biomédicas pela Universidade da Beira Interior (UBI). Iniciou a sua carreira de investigação no CICS e no CIDESD, onde se dedicou ao estudo das alterações epigenéticas ligadas à performance desportiva. Em setembro de 2016 mudou-se para o ICBAS, para se juntar ao grupo de investigação que se foca em reprodução masculina para trabalhar com Pedro F. Oliveira e Marco G. Alves. Nesse grupo iniciou estudos sobre as alterações causadas por dietas ricas em gordura no metabolismo das células de Sertoli.

Já em 2017, foi financiado pela Bolsa Nuno Castel-Branco atribuída a Marco G. Alves pela Sociedade Portuguesa da Diabetes, o que lhe permitiu iniciar o estudo dos efeitos transgeracionais das dietas ricas em gordura pela via paterna. Meses mais tarde, ser-lhe-ia atribuída a Bolsa Individual de Doutoramento FCT.