A corrupção segundo Guilherme Oliveira Martins e Maria José Morgado

Lobbying e corrupção, branqueamento de capitais e economia paralela serão algumas dos temas discutidos na FEP.

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) acolhe na próxima quarta-feira, 19 de fevereiro, às 18h00, a conferência “A Sociedade e o Estigma da Corrupção: Corrupção no Setor Público e Políticas Anti-Corrupção”, que terá como oradores o Presidente do Tribunal de Contas e Presidente do Conselho de Prevenção da Corrupção, Guilherme d´Oliveira Martins e a Diretora do DIAP de Lisboa, Maria José Morgado.

Ao longo da sessão, os oradores vão debater assuntos como a corrupção como ameaça à estabilidade e segurança da sociedade, causas e efeitos da corrupção no desenvolvimento da sociedade, lobbying e corrupção, branqueamento de capitais e economia paralela.

O debate será moderado por João Proença, Diretor da FEP, e contará ainda com a presença de vários professores da faculdade, mais concretamente do Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF).

Esta iniciativa da FEP está a ser promovida em articulação com a Faculdade de Direito da U.Porto (FDUP) e com a Academia Política Apartidária no âmbito do ciclo de conferências intitulado “Corrupção e Integridade: duas faces da moeda”.

A entrada é livre mas sujeita a inscrição prévia através do e-mail gmc@fep.up.pt.

Mais informações aqui.