Rita Carneiro

Rita Carneiro (Pessoa)Rita Plácido Carneiro foi uma das vencedoras da edição 2013 do Prémio Secil Universidades Arquitectura, com o projeto para o Centro de Documentação – Trindade (Porto), desenvolvido na disciplina de Projecto IV do Mestrado Integrado em Arquitetura (MIArq) da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP), orientado por Nuno Brandão Costa.

A ideia do projeto surgiu “com o propósito de colmatar todo o espaço referente à intervenção que se encontra num impasse urbano, ocupado na atualidade por um parque de estacionamento provisório (…) na tentativa de reforçar algumas das pré-existências, tais como, a relação com a praça da Estação de Metro da Trindade, do Arquiteto Eduardo Souto de Moura, e a reformulação do perfil da Rua da Trindade. O edifício proposto consiste num volume de forma simples que se interseta com uma plataforma que complementa o desenho da Praça da Trindade” e que pretende reformular e intensificar as ligações com as ruas envolventes.

Para a estudante da FAUP, esta distinção representa um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e um “incentivo para continuar a trabalhar naquilo que gosto com mais ânimo e esforçar-me para tentar fazer mais e melhor”.

Depois de um percurso académico diverso com passagem pela Universidade Técnica de Lisboa e pelo primeiro ano do curso de Artes Plásticas da Faculdade de Belas Artes da U.Porto (FBAUP), Rita Plácido Carneiro concluiu o Mestrado Integrado em Arquitetura em 2013/2014 na FAUP. No futuro, espera conseguir conciliar o trabalho como arquiteta com outras áreas do domínio artístico.

Naturalidade?

Santa Maria da Feira

Idade?

26 anos

De que mais gosta na Universidade do Porto?

A versatilidade e a qualidade do ensino.

De que menos gosta na Universidade do Porto?

Talvez a difícil interação entre as faculdades. Embora reconheça que se estejam a fazer esforços nesse sentido, uma vez que, por exemplo, na Faculdade de Arquitetura era possível fazermos uma cadeira optativa numa outra faculdade da Universidade do Porto à nossa escolha.

Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto? 

Continuar a promover a interação entre as faculdades, pois penso que todas as áreas beneficiariam com a partilha de conhecimentos e de diferentes pontos de vista.

Como prefere passar os tempos livres?

Gosto principalmente de passar o meu tempo livre com a família e amigos, ler, desenhar, pintar, ir ao cinema, viajar…

Um livro preferido?

O “Principezinho”, de Antoine de Saint-Exupéry. É um livro ao qual retorno muitas vezes, porque penso que sublinha as coisas importantes da vida.

Um disco/músico preferido?

Não consigo nomear só um…Mas gosto de Pearl Jam, Jeff Buckley, The kooks ….

Um prato preferido?

Bacalhau com natas.

Um filme preferido?

A vida é bela de Roberto Benigni.

Uma viagem de sonho (realizada ou por realizar)?

Florença.

Um objetivo de vida?

Ser feliz!

Uma inspiração? (pessoa, livro, situação…)

A minha mãe, pela sua força e por me ter ensinado a nunca desistir.

O projeto da sua vida…

Sentir-me-ia realizada se futuramente conseguisse conciliar a arquitetura com outras áreas pelas quais me interesso, que exploram outras vertentes da arte.

Uma ideia para aumentar a visibilidade da arquitetura portuguesa a nível internacional?

Continuar a desenvolver os meios de divulgação que atualmente existem, pois acredito que ainda há muito por explorar dentro das novas plataformas que o mundo tecnológico nos trouxe.