Investigadores da U.Porto na final do Fraunhofer Portugal Challenge

Competição visa "incentivar a investigação orientada para o mercado", que dê origem a "soluções tecnológicas que possam fazer a diferença no quotidiano".

Um novo sistema informático capaz de melhorar a gestão das companhias aéreas e dois meta-motores de busca que permitem otimizar a pesquisa de informação na Internet. As ideias pertencem a António Castro e a Ricardo Campos e valeram aos dois investigadores recém-doutorados da Universidade do Porto a presença entre os finalistas do Fraunhofer Portugal Challenge 2013, um concurso de ideias promovido pelo Fraunhofer AICOS com o objetivo de premiar a “investigação de utilidade prática” feita nas universidades portuguesas nas áreas das Tecnologias da Informação e Comunicação, Multimédia, entre outras.

Com esta iniciativa, que vai na quarta edição, os responsáveis do Fraunhofer AICOS pretendem “incentivar a investigação orientada para o mercado, que dê origem a soluções tecnológicas úteis e que possam fazer a diferença no quotidiano das pessoas e organizações”. Para isso, ser ão distribuídos 9.000€ em prémios científicos pelos seis concorrentes que apresentaram as melhores ideias.

António Castro (Foto: DR)

O trabalho de António Castro, recém-doutorado em Engenharia Informática pela Faculdade de Engenharia (FEUP)e investigador LIACC- Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência de Computadores da FEUP, propõe uma nova abordagem à gestão de rupturas (motivadas por atrasos, cancelamentos dos voos, entre outros fenómenos) nos Centros de Controlo Operacional das Companhias Aéreas. Na prática, esta abordagem baseada no paradigma sistemas multi-agentes (segundo a qual cada componente do problema é considerada de forma igual) permite implementar soluções integradas com reduções de custos para as companhias que podem oscilar 13% e 58%.

Ricardo Campos (Foto: DR)

Ricardo Campos desenvolveu dois meta-motores de busca que permitem otimizar a pesquisa de informação na Internet, através da contextualização temporal aos resultados apresentados. Segundo o investigador do Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (LIAAD) do INESC TEC e recém-doutorado em Ciência de Computadores pela Faculdade de Ciências (FCUP), o tempo é uma dimensão que pode ser bastante útil para ajudar a satisfazer as necessidades de informação do utilizador num contexto da pesquisa de informação, assumindo ainda uma grande importância na desambiguação dos resultados e na obtenção de novas formas de exploração dos mesmos em ambiente Web.

Os dois estudantes da U.Porto estão nomeados na categoria “Doutoramento”, onde concorrem a par de João Guimarães, da Universidade do Minho. Já na competição reservada a ideias de estudantes de “Mestrado”, competem André Mourão, Inês Machado (ambos da Universidade Nova de Lisboa) e André Santiago (Instituto Superior Técnico),

Os vencedores do Fraunhofer Portugal Challenge 2013 serão escolhidos no dia 30 de outubro, no evento de encerramento do concurso, que se vai realizar nas instalações do AICOS, no Porto.