Ensino da Faculdade de Economia está cada vez mais internacional

Estudantes do Doutoramento em Economia da FEP vão poder obter uma dupla titulação na Universidade de Milão.

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) deu recentemente um conjunto de passos importantes no sentido de reforçar o cariz internacional dos seus cursos de pós-graduação, e com isso, a sua afirmação na linha da frente do ensino-pós graduado nas áreas da Economia e Gestão.

Do conjunto de iniciativas levadas a cabo pela FEP, destaca-se desde logo a entrada da faculdade na QTEM – The Network Master in Quantitative Techniques for Economics and Management, uma rede internacional que congrega estudantes de excelência, universidades e empresas de grande qualidade. Além da FEP (única escola portuguesa), fazem parte da Rede QTEM escolas de renome de todo o mundo: Solvay Brussels School of Economics & Management (Bélgica); HEC Lausanne (Suiça); Goethe-Universität Frankfurt am Main (Alemanha); LUISS Guido Carli University (Itália); Waseda University (Japão); Universiteit van Amsterdam (Holanda); BI Norwegian Business School (Noruega) e National Taiwan University (Taiwan).

A Rede QTEM tem o seu foco num Mestrado Internacional em Economia e Gestão que proporcionará aos estudantes a aquisição de competências analíticas e quantitativas que lhes permitam ser capazes de apoiar a tomada de decisão em ambientes internacionais.

Entretanto, a FEP assinou também uma parceria de Duplo Diploma para o Doutoramento em Economia com a Universidade de Milão – Lombardy Advanced School of Economic Research (LASER). Trata-se de mais um grau internacional com uma escola de excelência, que surge no seguimento da estratégia que tem vindo a ser seguida pela Faculdade.

Depois da parceria com a Kedge Business School – Marseille, no âmbito do Master in Management, a FEP proporciona agora aos seus estudantes do Doutoramento em Economia a possibilidade de obterem uma dupla titulação com outra reputada Escola europeia.

O acordo permitirá aos estudantes do Doutoramento em Economia da FEP, que cumpram os requisitos do protocolo, concluir a sua formação com dois diplomas: “Doutor em Economia” pela Universidade do Porto e Dottore en Scienze Economiche pela Universidade de Milão.  Para tal, os estudantes envolvidos terão de realizar um período de investigação, de pelo menos um ano, em Milão com coorientação de um professor da LASER.

Um “exemplo” para o exterior

A aposta da FEP na internacionalização ficou também vincada no passado dia 13 de novembro, durante a visita – no âmbito da International Staff Week organizada pelo Serviço de Relações Internacionais da Universidade do Porto – de um grupo de responsáveis e técnicos da área internacional de escolas estrangeiras parceiras e outras interessadas em conhecer melhor a escola.

Composto por representantes de algumas das mais prestigiadas escolas internacionais –  como o Financial Times, em particular a BI Norwegian Business School (Noruega), a Warsaw School of Economics (Polónia), a University of Economics in Prague (República Checa) e a Kaist College of Business (Coreia do Sul) -, o grupo realizou uma visita guiada às instalações da escola, seguida de uma reunião de trabalho. Esta foi uma oportunidade de dar a conhecer a faculdade e a prioridade que tem sido dada à internacionalização dos seus programas e, ao mesmo tempo, conhecer melhor estas escolas internacionais, tendo em vista o aprofundamento da cooperação bilateral.