U.PORTO GENERATIONS – Família Viseu de Carvalho

Rosário Carvalho, Bernardo Carvalho, Teresa Carvalho, Vitor Carvalho, Ermelinda Carvalho, Miguel Carvalho (Foto: Egidio Santos/ U.Porto)

Rosário, Bernardo, Teresa, Vitor, Ermelinda e Miguel são seis irmãos unidos pela família Viseu de Carvalho e pela Universidade do Porto. Naturais da zona do Douro, os irmãos Viseu de Carvalho são a primeira geração da família a ingressar no ensino superior, neste caso na U.Porto. Entre a década de 80 e 90, foram estudantes em simultâneo e sempre moraram, todos juntos, na Rua dos Bragas, numa casa comprada já pelo bisavô Bernardo Rodrigues Carvalho.

Bernardo é o irmão mais velho e o primeiro a entrar na U.Porto. A proximidade da Faculdade de Engenharia (FEUP) à casa onde vivia foi um elemento determinante na escolha da faculdade. Licenciou-se em Engenharia Civil, em 1980. Antes mesmo de sair da faculdade, Bernardo cruzou-se nos corredores com dois dos seus irmãos. Teresa e Vitor entraram com dois anos de diferença no curso de Engenharia Eletrotécnica dana FEUP, diplomando-se em 1983 e 1985, respetivamente.

Ao mesmo tempo, mas uns metros mais abaixo, na Rua do Carmo, esteve o irmão Miguel, formado em Medicina pelo ICBAS, em 1985. Também Rosário, uma das irmãs mais novas da família, viveu os seus anos de faculdade na zona da baixa do Porto. Licenciou-se em 1986, em Biologia na Faculdade de Ciências da U.Porto (FCUP), então localizada no atual edifício histórico da Reitoria. Já Ermelinda Carvalho, a mais nova dos seis irmãos, foi a única a “fugir” da baixa da cidade, rumo à Faculdade de Economia da U.Porto (FEP), onde se licencia em 1990.

Hoje, os sete irmãos – dos quais seis são formados na U.Porto – estão também unidos pelo negócio familiar que, em conjunto, decidiram ressuscitar. Criada pelo bisavô, Bernardo Rodrigues Carvalho em 1864, a Quinta Santa Eufémia é hoje um projeto conjunto dos Viseu de Carvalho.

Conheça outras famílias e histórias U.PORTO GENERATIONS aqui.