Universidade do Porto faz 102 anos

Ricardo Pais, histórico encenador e diretor do Teatro Nacional São João, será o orador convidado da sessão. (Foto: DR)

A Universidade do Porto vai comemorar 102 anos de vida no próximo dia 22 de março, data que será assinalada com a tradicional Sessão Solene comemorativa do Dia da Universidade 2013, a decorrer no Salão Nobre do edifício da Reitoria (Praça Gomes Teixeira).

Pretexto para o encontro de docentes, antigos estudantes e várias personalidades da Universidade, da cidade e do país, a festa de aniversário da U.Porto arranca pelas 15h, com o tradicional cortejo dos professores doutorados. Pouco depois, Luís Portela, Presidente do Conselho Geral da Universidade do Porto, faz as honras da casa com o discurso de abertura.

Das várias intervenções previstas no programa da cerimónia, destaca-se a que o encenador Ricardo Pais (diretor do Teatro Nacional São João de 1996 a 2009) vai dedicar, na qualidade de orador convidado, à reflexão sobre “O papel da cultura no desenvolvimento do país”. Ao longo da tarde, vão ainda discursar representantes dos estudantes e funcionários não docentes da U.Porto, bem como Odete Patrício (diretora-geral da Fundação Serralves e antiga estudante da Faculdade de Economia da U.Porto), que falará em representação dos alumni da Universidade.

A cerimónia servirá também para distinguir os membros da U.Porto que mais se destacaram no ano letivo 2011/2012. Para além dos Prémios Incentivo destinados aos melhores estudantes do primeiros ano de cada faculdade, destaca-se a atribuição do Prémio de Excelência Pedagógica da U.Porto, galardão – no valor de 5 mil euros – que visa premiar as capacidades pedagógicas dos docentes da Universidade e que, nesta primeira edição, vai ser entregue a Jorge Ascensão Oliveira, professor da Faculdade de Farmácia.

A cerimónia do Dia da Universidade encerra com a intervenção do Reitor da U.Porto, José Carlos Marques dos Santos. Antes, terá lugar a proclamação de João Coimbra (professor reformado do ICBAS – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar) como Professor Emérito da U.Porto, título que sublinha o contributo prestado pelo docente em prol da academia.

Apesar de estabelecida por decreto governamental de 22 de Março de 1911, a Universidade do Porto tem raizes bem mais fundas na história da cidade e do país. Na verdade, as suas origens podem ser encontradas ainda no século XVIII, por altura da criação Aula Náutica – primeira manifestação de Ensino Superior no Porto -, afirmando-se desde então, no surgimento de outras instituições como a Aula de Debuxo e Desenho, a Academia Real da Marinha e Comércio (1803), ou a Academia Politécnica (1837), que, juntamente com a Escola Médico-Cirúrgica, serviu de base à fundação da Universidade.

Foi então a partir desses diversos contributos que a U.Porto adquiriu a sua identidade na “ressaca” da implantação da República em Portugal. Um legado que, mais de um século depois, é hoje consubstanciado nas catorze faculdades da U.Porto, a que acresce uma escola de pós-graduação – a Porto Business School – e múltiplos centros de investigação nas mais variadas áreas do conhecimento.