A Universidade do Porto está a promover uma campanha de recolha e recondicionamento de computadores portáteis, desktops, tablets e outros recursos tecnológicos, com o objetivo de os doar aos estudantes da Universidade e de outras escolas do Porto que não disponham destes equipamentos para frequentar as plataformas de ensino à distância.

Através desta campanha, procura-se então “motivar a comunidade académica, assim como empresas de perfil tecnológico [e outros interessados a título individual], a doar equipamentos – ainda funcionais – de que já não precisem”. Estes serão depois “recondicionados e adequados para garantir as necessidades dos estudantes”, como explica Fernando Silva, Vice-Reitor da U.Porto com os pelouros da Universidade Digital, Qualidade e Melhoria Contínua

“É muito importante que, por falta de meios, nenhum estudante seja deixado para trás, perca oportunidades, e não possa desenvolver todo o seu potencial. É função de toda uma sociedade desenvolvida como a nossa evitar que tal aconteça”, exorta o responsável.

A quem queremos chegar

Para sinalizar os estudantes beneficiários da campanha, a U.Porto começou por contar com o apoio das faculdades – e respetivas associações de estudantes – que, em muitos casos,  se mobilizaram para solucionar diretamente os casos identificados com os seus próprios equipamentos. “Temos ainda pedidos de mais faculdades para as quais temos cerca de 10 portáteis para corresponder”, refere Fernando Silva.

Mas o que nasceu como um esforço para ajudar os estudantes da U.Porto, rapidamente ultrapassou as fronteiras da Universidade. “O Município do Porto, através da Associação Porto Digital, contactou-nos com a mesma iniciativa, mas mais alargada, convidando-nos a juntarmos esforços para satisfazer necessidades ainda mais evidentes de estudantes das escolas do Porto”.

Deste modo, todos os equipamentos recolhidos e que não sejam necessários dentro da comunidade da U.Porto serão canalizados para a Porto Digital, que fará a distribuição pelas escolas da cidade.

Em relação ao número de equipamentos necessários, o Vice-Reitor projeta que, “em face das necessidades que são conhecidas nas escolas do Porto, o ideal seria chegarmos a algo como 500 portáteis. Seria um sinal de que poderíamos ajudar o Município a suprir as necessidades de muitos estudantes desfavorecidos das escolas da cidade”.

O que procuramos

Os portáteis solicitados no âmbito da campanha devem ter um tempo de utilização inferior a 10 anos, estar funcionais e possuir, pelo menos, 4GB de RAM, um processador Intel core duplo ou equivalente, e uma webcam. A equipa da UPdigital ficará responsável por recuperar estes portáteis, equipando-os com um disco SSD que aumentará significativamente o seu desempenho, e instalará o software de base para o trabalho diário.

Para além dos portáteis, a UPdigital poderá recondicionar desktops com o mesmo tipo de requisitos, introduzindo, sempre que necessário, uma placa de rede wireless.

Como doar o seu equipamento?

Para além da recolha de material que está a ser feita junto das faculdades, os interessados em ceder os seus equipamentos, a título individual, poderão fazê-lo, entregando-os na Reitoria, ao cuidado de Jorge Carneiro.

Em alternativa, poderão também fazê-lo na Faculdade de Engenharia (FEUP), combinando a entrega através do endereço helpdesk@uporto.pt. A UPdigital entrará posteriormente em contacto de modo a proceder à recolha dos equipamentos.