U.Porto em consórcio internacional para promover Economia Social e Solidária

Consórcio tem como objetivo o estudo e a possível inclusão da Economia Social e Solidária no Ensino Superior. (Foto: DR)

A emergência de sistemas económicos alternativos é um dos assuntos mais discutidos nos dias de hoje. Para contribuir para um melhor conhecimento de outros modelos de organização económica, a Universidade de York St. John (Reino Unido), a Universidade San Antonio Abad de Cusco (Perú), a Universidade de Mondragon (Espanha) e a Universidade do Porto (através do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto) estão a desenvolver um projeto de investigação em Economia Social e Solidária, com o objetivo de promover o conhecimento desta área e estudar a sua possível inclusão no Ensino Superior.

O “Social Economy Consortium” terá a duração de três anos e pretende gerar um conhecimento aprofundado da natureza, origens e práticas de um modelo económico centrado nas pessoas – um modelo de economia social com o capital social como a sua estrutura basilar. Para além do estudo deste modelo, o projeto pretende ainda perceber como pode este sistema interagir com outros mecanismos (como a responsabilidade social corporativa) e sistemas.

Para além da publicação regular de newsletters, o “Social Economy Consortium” prevê a publicação de um manual de referência para a conceção de curriculae na área, baseados nas conclusões de inquéritos, casos de estudo e artigos académicos publicados sobre estes temas.

Dentro da atividade deste projeto, o papel do Centro de Estudos Africanos da U.Porto passará pela análise do significado dos conceitos e pela recolha experiências de economia social em países africanos, enriquecendo a investigação com estudos de caso relevantes.

Os interessados nestes temas poderão tornar-se amigos do projeto no site do Consórcio (secção Get Involved), onde também está disponível a primeira newsletter do projeto, lançada recentemente.