No centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, o Jardim Botânico e a Galeria da Biodiversidade voltam a servir de cenário a personagens e histórias de encantar. Nos dias 28, 29 e 30 de junho aqueles espaços da Universidade do Porto serão o palco de um tríptico de teatro imersivo infanto-juvenil pensado para um público a partir dos 6 anos e com entrada livre (limitada à lotação).

“Da minha varanda para o mundo” são três peças imersivas, a acontecer nos três momentos mágicos do dia no Jardim: manhã, tarde e noite. Baseadas em textos originais das escritoras brasileiras Tatiana Salem Levy e Flávia Lins e Silva e encenado por Anabela Sousa / Teatro do Bolhão, as peças têm como ponto de partida a vida e obra de Sophia, e por essa razão cruzam a memória real e poética da escritora, que habitou estes lugares, com temas sobre os quais escreveu.

Através destas peças, pretende-se, assim, estimular o diálogo e a interpretação não apenas da obra de Sophia, mas também dos seus ideais: a liberdade, a busca pela poesia do real, o sentido de empenho cívico.

Com um elenco constituído por Joana Mont’Alverne, Edi Gaspar, Júlia Valente e Pedro Couto, “Da minha varanda para o mundo” vai apresentar-se em sete sessões ao longo de três dias.

Cada sessão terá a duração de aproximadamente 45 minutos e está aberta à participação de todos os interessados. Para participar apenas necessita de fazer reserva prévia através do email info@mhnc.up.pt, indicando o nome, contato telefónico e data, horário e peça a que pretende assistir.

O programa completo das sessões e informações complementares estão disponíveis no site do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto.