Quando foi inaugurada, em 1958, a Escola do Bom Sucesso (Rua Barbosa du Bocage, Porto) ainda não “desaparecia” no meio dos prédios, das árvores e do Centro Comercial entretanto erguido na zona circundante. Nessa altura, a escola ficou escondida numa espécie de clareira cinzenta, que não permitia a entrada de luz natural. E foi precisamente a pensar nisso que aCREA, uma spin-off da Universidade Porto incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto, quis dar um novo espaço às centenas de alunos que frequentam o espaço.

Apesar de a intervenção ter abrangido diferentes áreas da escola, é o “recreio dourado” que salta à vista como ex-líbris do projeto. Injetado de cor, o novo espaço exterior da Escola do Bom Sucesso foi pensado para que os alunos tivessem uma maior sensação de luz e amplitude, numa zona onde dominam as sombras das árvores e prédios em volta.

Segundo André Camelo, fundador da CREA e antigo estudante da da Faculdade de Arquitetura da U.Porto (FAUP) o enfoque foi totalmente posto nos alunos, a quem se pretendeu dar um “espaço desafogado da escola”. Para dar o toque final, foi pintado no meio do recreio um “quadrado azul para jogos” que “pontua o pavimento ocre sombreado pelas árvores” .

Um “feedback muito positivo”

Além da requalificação dos espaços interiores e do recreio, a CREA também coordenou a demolição dos pré-fabricados onde funcionavam o jardim de infância da escola e o polivalente. Sempre tendo em consideração o espaço envolvente…

“Foi importante ordenar a relação com a rua e a introdução de dois volumes novos permitiu disciplinar os vários momentos da escola, redefinindo e protegendo o recreio, assumindo-o como o espaço agregador e estruturante do conjunto”, explica André Camelo.

Iniciada em 2018, a remodelação da escola terminou em outubro de 2019, altura em que os puderam finalmente conhecer a escola “nova”, depois de um longo período em que estiveram deslocados. André Camelo refere que o feedback tem sido “globalmente muito positivo”, e que isso é o maior motivo de satisfação da jovem empresa.

Sobre a CREA

É um gabinete de arquitetura sediado no Porto e nasceu da experiência de colegas com caminhos profissionais diferentes. Já incubada na UPTEC, a empresa iniciou a atividade em 2014 com enfoque no domínio da reabilitação. Entre os projetos desenvolvidos incluem-se os da nova sede da Misericórdia do Porto, no Palacete Araújo Porto (vencedor do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana em 2017), bem como reabilitação de  edifícios para habitação coletiva e moradias unifamiliares. Recebeu a chancela de spin-off U.Porto em 2019.