Reitoria de portas abertas no Dia Nacional dos Centros Históricos

As celebrações na Reitoria vão estender-se de manhã à noite (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

A Reitoria da Universidade do Porto será um dos pontos centrais das celebrações, no Porto, do Dia Nacional dos Centros Históricos, a decorrer no próximo sábado, dia 30 de março, em vários locais do centro histórico da cidade.

Da dança ao teatro, passando por uma exposição e um programa de visitas guiadas, são muitos os motivos que convidam a uma passagem pela “casa mãe” da Universidade ao longo do dia. O restante plano das festividades promovido pela Câmara Municipal do Porto (CMP) oferece também música, conferências ou oficinas, num total de 53 propostas gratuitas espalhadas pelo Centro Histórico da cidade.

Das iniciativas a decorrer na Reitoria destaca-se a visita ao edifício e área envolvente agendada para as 11h00. Durante cerca de uma hora, os participantes poderão conhecer os “cantos à casa” da Universidade, mas também conhecer alguns dos antigos estudantes e professores da U.Porto e de “escolas antecedentes”, ligadas à história da instituição e da cidade. A participação na visita exige uma inscrição – gratuita – prévia (limitada a 15 pessoas) junto da Unidade de Cultura da U.Porto, através do e-mail cultura@reit.up.pt, ou dos telefones 220 408 090/195.

Ao longo de todo o dia, das 8h00 às 20h00, a Academia Politécnica – instituição antecessora da U.Porto e que funcionou no edifício histórico da Universidade – será também evocada “pela relação de dois dos seus lentes com os objetos expostos” na exposição “Duas Personalidades da Academia Politécnica”, organizada pela Unidade de Cultura e pelo Museu de História Natural e da Ciência da U.Porto.

Às 17h00, o Núcleo de Etnografia e Folclore da U.Porto (NEFUP) propõe “uma viagem até ao Porto” do início do séc. XX, “centro nevrálgico de toda a região, para onde confluíam as gentes das povoações vizinhas, trazendo o fruto do seu trabalho, mas também a sua cultura.”Uma performance em que música e dança se aliam às “cenas quotidianas da vida da cidade do Porto”de então e que será dada a conhecer em plena Praça Gomes Teixeira.

Já à noite, entre as 21h30 e as 22h00, o Campo dos Mártires da Pátria, nas traseiras da Reitoria, será o palco de um “espetáculo de rua inspirado em rituais e tradições que remontam ao final dos anos 60”. Um baile que promete também ser “um local de encontro, de amores, de danças e de aventuras”, lideradas pela Companhia Radar 360 e com direção artística de António Franco Oliveira.

As comemorações do Dia Nacional dos Centros Históricos são organizadas, a nível nacional, pela Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico (APMCH). No Porto, as celebrações vão ainda passar por pontos como a Igreja de São Bento, a Sé Catedral, a Muralha Primitiva do Porto, o Centro Português de Fotografia, o Palácio das Artes, a Torre dos Clérigos ou o Teatro Nacional São João. A autarquia portuense promove também “três palestras que analisam a renovação e reabilitação urbanas, o turismo, a governança e a população.”

O programa completo do “Dia Nacional dos Centros Históricos” no Porto pode ser consultado aqui.