Os escritores e poetas Valter Hugo Mãe e José Rui Teixeira vão estar na Casa Comum (à Reitoria) da Universidade do Porto para apresentar o primeiro livro de poesia de Raquel Patriarca. Embora tenha já uma longa lista de publicações, nomeadamente na área da literatura infantil, Cada gesto essencial é a primeira aventura poética de Raquel Patriarca, doutorada pela Faculdade de Letras da U.Porto (FLUP). A conversa acontece dia 29 de setembro, às 21h30, e tem entrada livre.

A dimensão infantojuvenil, presente em grande parte das suas publicações, “está presente numa certa candura que persiste nesta poesia”, diz-nos José Rui Teixeira, que dá espaço a “outras vozes e outros olhares que irrompem no conjunto de poemas”.

“Nunca mais é setembro… /Aqui há mais poesia /Tudo o que arde morre iluminando /Maria Eulália de Macedo /António Nobre /Instante em perda /A voz de todas as coisas /O enigma das ondas”

Sobre Raquel Patriarca

Nasceu em Benguela (1974), mas é no Porto que vive, numa casa cheia de livros e brinquedos e uma magnólia no jardim onde a relva está, quase sempre, demasiado grande. Bibliotecária, documentalista, investigadora e escritora, é doutorada pela FLUP, com uma tese sobre a história do livro infantojuvenil em Portugal. É autora de livros sobre a história do Porto e contos para a infância, alguns dos quais recomendados pelo Plano Nacional de Leitura.

É mediadora de leitura para o público mais jovem e professora de alunos pós-reformados. Colabora com as revistas Elos: Revista de Literatura Infantil e Xuvenil, A Página da Educação e E-Fabulations: E-journal of children’s literature. É ainda colecionadora de marcadores de livros.

Cada gesto essencial , primeiro livro de poesia de Raquel Patriarca, tem a chancela da Officium Lectionis.