Professora da FCNAUP lidera Programa Nacional para a Alimentação Saudável

Docente na FCNAUP desde 2011, Maria João Gregório era adjunta do Diretor do PNPAS desde 2016. (Foto: Jornal de Leiria)

A nutricionista e professora auxiliar convidada da Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP), Maria João Gregório, é a nova diretora do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da Direção-Geral da Saúde, sucedendo no cargo a Pedro Graça, que tomou posse recentemente como diretor da FCNAUP.

Licenciada em Ciências da Nutrição (2009) e doutorada em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição (2015) pela Universidade do Porto, Maria João Gregório é docente da FCNAUP (desde 2011) e investigadora da EpiDoC Unit (Centro de Estudos de Doenças Crónicas) da NOVA Medical School da Universidade Nova de Lisboa. A nível científico, tem-se destacado no estudo das desigualdades sociais no acesso a uma alimentação saudável e das políticas alimentares e nutricionais.

Desde 2016, desempenhava também o cargo de adjunta do Diretor do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável.

Ainda antes do anúncio oficial do nome de Maria João Gregório, o ex-diretor do PNPAS destacava, em entrevista à Revista Viver Saudável, a importância de a direção daquele organismo –  iniciativa da DGS tem como finalidade melhorar o estado nutricional da população portuguesa – ser assumida “por um nutricionista”. Até porque, aponta Pedro Graça, “o mais importante  é continuar a apostar fortemente nas políticas alimentares e de nutrição no âmbito da promoção da saúde”.

Três anos após assumir a direção do PNPAS, o novo diretor da FCNAUP faz um balanço “bastante positivo” de um mandato marcado pelo lançamento de uma política alimentar nacional focada na redução de sal e do açúcar em produtos como o fiambre, batatas fritas, iogurtes e cereais de pequeno-almoço. “Foram 10 anos em que mudámos o panorama das políticas alimentares com cinco ministros da saúde diferentes. Outros melhores e mais novos darão continuidade a este trabalho. Tenho a certeza”, conclui.