António Viana da Fonseca, Professor Associado no Departamento de Engenharia Civil e Diretor do Laboratório de Geotecnia da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foi protagonista de duas aulas honorárias de renome a nível internacional, a convite da Hungarian Geotechnical Society (HGS) e da International Society for Soil Mechanics and Geotechnical Engineering (ISSMGE).

Contando com uma plateia de mais de 200 participantes provenientes da Hungria e de países vizinhos, a 27.ª Széchy Károly Memorial Lecture decorreu a 27 de maio, na Academia de Ciências da Hungria, em Budapeste.

“Methodology for the liquefaction fragility analysis of critical structures and infrastructures: a macro-mechanism approach” foi o mote da aula, em que, anualmente, um membro de relevo da comunidade científica internacional é convidado a apresentar o seu trabalho perante os pares.

Duas semanas depois, a 10 de junho, em Bolonha, Viana da Fonseca voltou a encher uma sala, desta vez composta por 400 académicos, engenheiros e profissionais do campo geotécnico e de outras áreas, de todos os continentes. O palco foi a 10.ª James K. Mitchell Lecture, inserida no âmbito do 5th International Symposium on Cone Penetration Testing.

António Viana da Fonseca durante a 10.ª James K. Mitchell Lecture, no âmbito do 5th International Symposium on Cone Penetration Testing. (Foto: DR)

“In situ and lab tests work together to reduce uncertainties in TSF fragility assessment: a benchmark case-history” foi a temática escolhida, naquele que é o evento em homenagem a James K. Mitchell, Professor Emérito da Universidade da Califórnia-Berkeley e na Virginia Polytechnic & State University, com importantes contribuições na área dos testes in-situ e da caracterização geotécnica de sítios.

“O reconhecimento pelos meus pares estrangeiros e nacionais, particularmente na condução dos comités de ensaios geotécnicos nacionais e internacionais para o dimensionamento de estruturas geotécnicas com base ensaios, contribuiu largamente para a eleição por unanimidade pelos membros das sociedades nacionais de geotecnia para proferir ambas as aulas internacionais. Tenho dedicado especial atenção às temáticas que apresentei nestes dois eventos, especialmente a área de Risco de Barragens de Rejeitados”, avança o investigador.

As participações de António Viana da Fonseca serão partilhadas com a comunidade científica nas publicações da Széchy Károly Memorial Lecture em monografia da HGS e da James K. Mitchell Lecture em vídeo e em artigo de revista indexada, a anunciar em breve.

Sobre António Viana da Fonseca

Licenciado, mestre e doutor em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da U.Porto, António Viana da Fonseca é docente da FEUP desde 1988, tendo orientado 28 teses de doutoramento (17 em Portugal e 11 no estrangeiro) e de 95 de mestrado.

A nível científico, coordenou diversos programas de investigação nacionais e internacionais, nas áreas de caracterização de maciços, modelação de comportamento geotécnico (em particular de solos residuais), análise sísmica e vibratória, liquefação cíclica e de fluxo (estática), com ênfase para materiais de barragens e grandes pilhas de rejeitos, comportamento de fundações e estruturas de retenção em grandes escavações (em particular de solos residuais), caracterização e modelação do comportamento estático e cíclico de solos melhorados com ligantes (cimento, cal e ativantes alcalinos de cinzas) para fundações de estruturas e plataformas rodo e ferroviárias.

Autor ou coautor de 86 artigos em revistas internacionais com revisão e 32 em revistas técnicas nacionais com revisor, para alem de 249 artigos publicados e apresentados em conferências internacionais (incluindo 18 conferências especiais e 73 congressos nacionais), António Viana da Fonseca é autor de 12 capítulos em livros nacionais e internacionais. É ainda investigador responsável de 12 projetos plurianuais (8 nacionais e 4 internacionais) e ainda membro efetivo de outros 10 projetos plurianuais.