Prémios Incentivo’17: Carolina Ribeiro

Carolina Ribeiro destaca o apoio da família, dos amigos e dos professores, “que sempre me acompanharam durante o meu percurso escolar e apoiaram as minhas decisões.”

Carolina Ribeiro tem 19 anos e é natural de Gueifães, na Maia. Terminou o primeiro ano da Licenciatura em Bioquímica na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) com média de 18,58 valores, feito que lhe valeu um lugar entre os 22 estudantes distinguidos na edição 2017 do Prémio Incentivo, entregue no Dia da Universidade.

– Uma razão para ter escolhido a U.Porto?

A Universidade do Porto foi a minha primeira escolha no momento de ingressar no ensino superior. Além de ser uma das Universidades com mais prestígio a nível nacional e internacional, também se situa na minha área de residência, por isso fazia sentido tomar esta decisão.

– O balanço deste primeiro ano na Universidade?

Este primeiro ano na Universidade foi, sem dúvida, o início de uma das fases mais importantes na minha vida. Foi um ano bastante positivo e enriquecedor. Apesar de ter sido marcado por muitos desafios e por fortes mudanças, com muito trabalho, esforço e dedicação, foi possível ultrapassar as dificuldades e cumprir os objetivos a que me propus desde o início. Contudo, tal não teria sido possível sem o apoio da minha família, dos meus amigos e dos meus professores, que sempre me acompanharam durante o meu percurso escolar e apoiaram as minhas decisões.

– De que mais gosta na Universidade do Porto?

Julgo que a Universidade do Porto é uma instituição que se preocupa com o acolhimento e a integração dos estudantes, dinamizando várias iniciativas para o efeito. Além disso, é importante destacar a formação académica e humana transmitida a todos os universitários, sendo que o corpo docente desempenha um papel crucial nesta área. A U.Porto é responsável pela formação de inúmeros cidadãos que fizeram e fazem diferença na comunidade onde vivem e que, por esse motivo, são reconhecidos tanto em Portugal como no resto do Mundo. Assim, torna-se essencial realçar a sua meritória posição nos rankings internacionais do Ensino Superior.

– De que menos gosta na Universidade do Porto?

Na minha opinião, o aspeto menos positivo da Universidade é a reduzida comunicação entre as diversas faculdades e a falta de projetos que fortaleçam a partilha de conhecimentos entre estudantes e professores de cursos distintos.

– Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

No seguimento da observação anteriormente mencionada, seria importante que a U.Porto promovesse a comunicação entre as diversas faculdades, através da criação de várias iniciativas que sejam responsáveis pela união dos estudantes e dos professores de diferentes cursos.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Desejo que a Universidade do Porto continue a desenvolver o seu excelente trabalho por muitos anos, e que continue a ser um motivo de orgulho para todos os que trabalham e estudam nesta prestigiosa instituição.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o futuro?

Este prémio constitui uma forma de reconhecimento e valorização dos estudantes que se esforçam para obter bons resultados. Trata-se de um estímulo para o nosso futuro, para que continuemos motivados durante o nosso percurso académico e profissional. Através de iniciativas como estas, somos “incentivados” a lutar pelos nossos objetivos e a querer fazer sempre mais e melhor, independentemente dos obstáculos que surjam na nossa vida.