Prémios Incentivo’17: André Cruz

André Cruz diz que a transição para o mundo universitário foi uma experiência que jamais irá esquecer, e que isso o tornou mais autónomo.

André Cruz tem 19 anos, é natural de Famalicão e frequenta o segundo ano no Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação na Faculdade de Engenharia. Terminou o primeiro ano com média de 18,4 valores e, por esse motivo, é um dos 22 estudantes da U.Porto distinguidos na edição 2017 do Prémio Incentivo, que foi entregue no Dia da Universidade.

– Uma razão para ter escolhido a U.Porto?

Tinha conhecimento, também por ter familiares que foram estudantes na U.Porto, que era uma instituição de excelência e que me iria proporcionar grandes oportunidades dentro e fora do meio universitário. A par disso, é também uma referência a nível nacional e internacional na área que pretendia.

– O balanço deste primeiro ano na Universidade?

No global, gostei muito deste primeiro ano na U.Porto. A transição para o mundo universitário foi uma experiência que nunca irei esquecer, que me tornou mais autónomo e que permitiu que crescesse enquanto pessoa. 

– De que mais gosta na Universidade do Porto?

Do grande leque de atividades extracurriculares proporcionadas aos estudantes que permitem que evoluamos a nível pessoal e académico. Não menos importante, é o contributo dos excelentes professores com quem me cruzei até agora. Destaco, particularmente, a forte cooperação com outras instituições e com a indústria, como o exemplo do UPTEC e das empresas aí incubadas.

– De que menos gosta na Universidade do Porto?

Da distância entre os vários polos (possivelmente por causa da idade e da dimensão da universidade), o que dificulta o convívio entre estudantes de diferentes faculdades.

– Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

Acho que a existência de mais espaços de lazer teria um impacto muito positivo, permitindo reduzir a fadiga mental, que, por vezes, se instala após longos períodos de concentração.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Desejo que continue a evolução positiva que tem alcançado e que se afirme de forma mais acentuada no palco europeu.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o futuro?

É o reconhecimento do trabalho realizado durante um ano, bem como um forte incentivo para o futuro no meio académico. Para os novos estudantes, demonstra que o empenho é recompensado e, evidentemente, constitui uma motivação para a excelência desde a entrada na universidade.