Prémio Incentivo 2019: Khaled Sidani

Natural do Líbano, Khaled concluiu o 1.º ano da Licenciatura em Ciências do Desporto da Faculdade de Desporto da U.Porto com média de 16,5 valores. (Foto: DR)

Khaled Sidani foi um dos melhores estudantes de primeiro ano da U.Porto em 2017/18 e foi com todo o mérito que, no Dia da Universidade, recebeu um dos Prémios Incentivo 2019 das mãos do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Mas a história de Khaled não é como as outras. Natural de Beirute, no Líbano, decidiu em 2017 que, para prosseguir os seus estudos superiores, haveria de cruzar 4 mil quilómetros sobre o Mar Mediterrâneo rumo a Portugal, para ingressar na U.Porto, na Licenciatura em Ciências do Desporto da Faculdade de Desporto (FADEUP).

Foi um primo, que visitara a U.Porto para participar num workshop, quem lhe falou da boa reputação da FADEUP. A mesma que o próprio Khaled pôde comprovar, quando consultou os mais importantes rankings de universidades e encontrou a faculdade posicionada entre as melhores instituições. Por essa altura, já estava convencido…

Para além do seu sucesso académico, de que é prova a média de 16,5 valores que atingiu no final do ano letivo passado, a decisão de Khaled de mudar de ares saiu também recompensada a nível pessoal. “Nunca hei-de esquecer esta experiência. É possivelmente a coisa mais interessante que já aconteceu na minha vida!”. Para isso contribuíram também muito os seus colegas, os seus professores e todo o pessoal da FADEUP, que lhe ofereceram uma “receção calorosa” à família U.Porto, pese embora os obstáculos mais imediatos, como a barreira linguística e a adaptação a uma nova cultura.

Desafiado a dar uma sugestão para desenvolver a U.Porto, Khaled propõe mais aulas em inglês, porque isso “tanto beneficiaria os alunos internacionais como os nacionais”, argumenta.

Com o prémio Incentivo, Khaled Sidani declara-se mais confiante em si e nas suas capacidades e promete ainda melhores resultados.

– O que te levou a escolher a U.Porto?

Escolhi estudar nesta universidade porque, ao consultar os mais importantes rankings das melhores escolas de desporto na Europa, a U.Porto estava entre elas. E também por causa da excelente reputação que a U.Porto tem.

– O que gostaste mais e menos neste primeiro ano na Universidade?

O que adorei no primeiro ano foi a receção calorosa dos meus amigos, dos professores e de toda a gente em geral. Foi tudo tão fácil de gerir e de me adaptar. Não enfrentei nenhum problema durante o ano, mesmo com a barreira linguística, porque o português não é minha primeira nem segunda língua. Mas o trabalho duro acabou por recompensar.

– Uma experiência para recordar?

Claro que nunca hei-de esquecer esta experiência. É possivelmente a coisa mais interessante que já aconteceu na minha vida: estar fora do meu país, ser independente, viver uma fase nova.

 – Uma ideia para melhorar a U.Porto?

Gostaria de deixar uma pequena sugestão para facilitar a internacionalização da Universidade. Creio que os professores deviam dar mais aulas em inglês, para que os estudantes aprendam ferramentas para fazer mais coisas a nível local e a nível global.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Gostaria de desejar à U.Porto muitos anos fantásticos, cheios de sucesso, e que se desenvolva em busca da perfeição.

 – Qual a importância do Prémio Incentivo para o teu futuro?

O prémio é um estímulo de motivação. Agora sinto mais confiança em mim e no meu conhecimento, o que faz com que ambicione ainda mais.