Prémio Incentivo 2019: Inês Garcia

Prémio Incentivo 2019

Foi quando, certo dia, Inês Garcia, então aluna do 9.º ano de escolaridade, veio desde a terra natal de Oliveira do Hospital até ao Porto para assistir a uma cerimónia de Bênção das Pastas que o seu futuro académico começou a delinear-se. Já então convicta de que queria estudar Nutrição, Inês viu “as fitas amarelo e verde na Torre dos Clérigos” e logo declarou: “Um dia eu vou estudar aqui.” E em boa hora o disse, porque, volvidos alguns anos, ei-la no segundo ano da Licenciatura em Ciências da Nutrição, pela Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação (FCNAUP), já após ter vencido um dos Prémios Incentivo 2019, que a consagrou como uma das melhores alunas de primeiro ano da U.Porto e a melhor “estreante” a sua faculdade, com a média final de 15,67 valores. “Hoje sei que fiz a escolha certa, estou numa universidade que me faz feliz, realizada e onde tenho espaço para crescer e aprender com os melhores.” O espírito acolhedor da sua faculdade também explica parte da sua felicidade. “Na minha faculdade nós somos uma família, conhecemo-nos a todos, sabemos o nome de todos. Somos pessoas, não somos números, e apoiamo-nos imenso.”

Do alto das responsabilidades do segundo ano de estudos, é já com “muita nostalgia e emoção” que, confessa, “recordo cada momento passado com os meus amigos, cada descoberta vivida, cada saber transmitido em sala de aula, cada partilha, e todos os sorrisos e gargalhadas audíveis nos corredores da faculdade.” Motivada pelo reconhecimento da sua “universidade do coração”, promete agora “continuar a pugnar por bons resultados.”

– O que te levou a escolher a U.Porto?

A escolha da U.Porto resultou de uma visita à cidade do Porto. Andava no meu 9.º ano de escolaridade quando vim visitar esta cidade no dia da Bênção das Pastas. Nessa altura já sabia que queria seguir Nutrição e quando vi as fitas amarelo e verde na Torre dos Clérigos afirmei: “Um dia eu vou estudar aqui”. E hoje tenho a certeza que só podia ser aqui. Pela excelência, pelo reconhecimento, pela qualidade e até pela exigência e rigor. Hoje sei que fiz a escolha certa, estou numa universidade que me faz feliz, realizada e onde tenho espaço para crescer e aprender com os melhores.

– O que gostaste mais e menos neste primeiro ano na Universidade?

Este primeiro ano foi muito intenso a nível emocional. Nova cidade, novos amigos, novas metodologias. Enfim, tudo novo. Mas tudo isto contribuiu para que fosse um ano inesquecível. Tenho de destacar as relações que criei na minha faculdade com os meus colegas, com os professores e com o pessoal não docente. Na minha faculdade nós somos uma família, conhecemo-nos a todos, sabemos o nome de todos. Somos pessoas, não somos números, e apoiamo-nos imenso. Não houve nada que tenha gostado menos neste ano, pois tudo o que possa ter sido difícil contribuiu para o meu crescimento pessoal, tornei-me mais independente, tive de tomar mais decisões sozinha, tive de gerir uma maior exigência de trabalho e de responsabilidade.

– Uma experiência para recordar?

Este primeiro ano é uma experiência para recordar para a vida. É com muita nostalgia e emoção que recordo cada momento passado com os meus amigos, cada descoberta vivida, cada saber transmitido em sala de aula, cada partilha, e todos os sorrisos e gargalhadas audíveis nos corredores da faculdade que vão ecoar eternamente no álbum das minhas memórias.

– Uma ideia para melhorar a U.Porto?

A U.Porto deveria proporcionar uma maior interação entre as diversas faculdades. Na minha perspetiva, a universidade sairia ainda mais fortalecida se houvesse mais comunicação e atividades que envolvessem todas as faculdades. Afinal, a união faz a força! Esta experiência, vivenciada pelos alunos dos diferentes cursos, seria enriquecedora pela complementaridade de saberes e pelo estabelecimento de novas relações interpessoais.

– Um desejo para a Universidade do Porto, no seu aniversário?

Desejo que U.Porto continue a primar pela diferença, reafirmando a sua posição quer a nível nacional, quer a nível internacional. Muitos parabéns, e almejo um futuro cada vez mais próspero, promissor e inovador para a minha universidade do coração.

– Qual a importância do Prémio Incentivo para o teu futuro?

Este prémio é uma recompensa de um ano de muito trabalho, esforço e empenho, ao mesmo tempo que representa um aumento de responsabilidade e incentiva-me para continuar a pugnar por bons resultados.