Pavilhão Carlos Ramos da FAUP reabre em 2019 após obras de recuperação

O Pavilhão Carlos Ramos foi projetado por Álvaro Siza entre 1985 e 1986. (Foto: Egidio Santos/FAUP)

O Pavilhão Carlos Ramos, da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP), vai reabrir em janeiro de 2019, após sete meses de obras de recuperação.

Considerado um dos espaços mais emblemáticos do complexo de edifícios idealizado pelo Arquiteto Álvaro Siza, o Pavilhão Carlos Ramos vai retomar a sua função inicial, recebendo, já a partir do próximo dia 3 de janeiro, e durante o corrente ano letivo, as aulas de Projeto 5, bem como aulas de outras unidades curriculares do Mestrado Integrado em Arquitetura.

As obras de requalificação visaram  a melhoria das condições de conforto e de segurança no pavilhão.  (Foto: Egidio Santos/FAUP)

O projeto de requalificação, desenvolvido pelo próprio Álvaro Siza, visou a introdução de melhores condições de conforto e de segurança no pavilhão.

Os trabalhos incluíram uma reabilitação geral no exterior ao nível das fachadas e caixilharia e, no interior, a substituição integral das redes de abastecimento de água e saneamento, de iluminação e de aquecimento. Também o Jardim foi dotado de iluminação, como se pode verificar nesta galeria de fotografias.

Localizado no Jardim da antiga Quinta da Póvoa, no Campo Alegre, o Pavilhão Carlos Ramos foi projetado por Álvaro Siza entre 1985 e 1986.