No próximo dia 15 de abril, terá lugar na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) a palestra ‘Religião e história da ciência’ proferida por Henrique Leitão (U.Lisboa) e Amélia Polónia (U.Porto). A palestra insere-se na unidade curricular Desenvolvimento Pessoal e Profissional e no âmbito do projeto Palavras no Tempo. Este projeto tem a sua génese na obra Educação, Ciência e Religião’, na sequência da qual se promovem inúmeras sessões e debates que redundaram numa parceria entre a Universidade do Porto, a Universidade Católica e o Centro Nacional de Cultura.

A entrada é livre.

Henrique Leitão
Henrique Leitão, é investigador do Centro Interuniversitário de História da Ciência e da Técnica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Os seus interesses de investigação centram-se na história das ciências exactas, entre o século XV e o século XVII, sendo o coordenador da comissão científica encarregue da publicação das Obras de Pedro Nunes, pela Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian. Colabora regularmente com a Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), onde já foi Comissário Científico de quatro exposições. É membro do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e de várias sociedades científicas portuguesas e estrangeiras das quais destaca a Academia das Ciências de Lisboa, a Académie Internationale d’Histoire des Sciences e a European Society for the History of Science. Recentemente venceu o prémio Pessoa 2015

Amélia Polónia
Amélia Polónia é Professora Associada do Departamento de História e de Estudos Políticos e Internacionais da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. É investigadora do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória e membro da Academia Europaea, da Academia Portuguesa de História e da Academia da Marinha. Docente desde 1985 na FLUP, aí leciona História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa, História da Cultura Europeia na Época Moderna e The First Global Age: New Perspectives on Early Modern Colonial Empires (1500-1800). Os seus principais interesses de investigação centram-se no estudo de redes sociais e de relações interculturais. Tem co-organizado encontros anuais sobre História & Ciência, entre os quais, “Connecting Worlds. Production and circulation of knowledge in the First Global Age” .

Mais informações aqui.