Educação Contínua na FEUP: Programação Avançada de Autómatos – IEC 61131-3

Estão abertas até 3 de abril de 2019 as candidaturas à segunda edição do curso de Programação Avançada de Autómatos – IEC 61131-3, inserido na oferta de educação contínua da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

A decorrer de 6 a 10 de maio, em horário pós-laboral (18h00 as 21h00), esta formação tem como objetivo apresentar de forma exaustiva e detalhada as linguagens de programação definidas na norma IEC 61131-3, e dotar os formandos com capacidade de tirar proveito destas linguagens por forma a serem capazes de conceber programas de automação de processos de fabrico industriais de forma eficiente e estruturada.

No final da unidade de formação, os formandos deverão ser capazes de conceber, arquitetar e implementar programas de automatização de processos industriais em autómatos programáveis, tirando total partido das novas funcionalidades das linguagens de programação definidas nas normas IEC 61131-3. Irão conhecer e saber tirar proveito de estruturas de dados complexas, saber programar em todas as 5 linguagens de programação definidas na norma IEC 61131-3, e ser capazes de estruturar programas complexos que recorram a várias linguagens em simultâneo.

Ficarão ainda a saber escolher a linguagem de programação mais adaptada a cada situação, bem como de conceber programas de controlo baseados em eventos discretos recorrendo a máquinas de estado.

Destinatários: Engenheiros e técnicos no ativo, a trabalhar na área de automatização industrial.

Condições de acesso: Conhecimentos básicos de programação (qualquer linguagem), seja através de experiência no trabalho, ou por obtenção de grau de licenciatura ou mestrado numa área relacionada (engenharia mecânica ou eletrotécnica).

A seriação dos candidatos será feita com base na avaliação do CV, valorizando a formação anterior bem como experiencia profissional, ambos na area da automação industrial.
Caso a avaliação do CV resulte em diferenças de classificação inferiores a 5%, e os candidatos em causa estejam no limiar de aceitação ou rejeição, será realizada uma entrevista aos candidatos em causa. Neste caso a ponderação destes dois critérios será a seguinte:
– Apreciação de CV: 50%
– Entrevista: 50%

Créditos: 1,5 ECTS

Duração: 40,5 horas (15 horas letivas)

Participantes: 16 (máximo) 12 (mínimo)

Custo: 175 euros (incluindo a emissão de uma  certidão). Está previsto um desconto de 10% para membros da Ordem do Engenheiros, no caso de pagamento a título individual.

Mais informações aqui.