Obra de Rui Vaz sobre Traumatismos Crânio-Encefálicos lançada na FMUP

Rui Vaz foi responsável por iniciar  a técnica de estimulação cerebral profunda em Portugal.

“Traumatismo Crânio-Encefálicos. Questões essenciais na prática clínica”, é o título da próxima publicação da U.Porto Edições. A obra de Rui Vaz, professor catedrático convidado da Faculdade de Medicina da U.Porto (FMUP) e especialista em Neurociências,  aborda as regras de orientação clínica essenciais na abordagem desta patologia ainda frequente. A sessão terá lugar no próximo dia 3 de maio, às 14h00, na sala 4 do Centro de Investigação Médica da FMUP.

Entre 1991 e 1996, Rui Vaz editou duas monografias sobre Traumatismo Crânio-Encefálicos (TCE) e o presente livro pretende promover a utilidade e a importância da atualização do conhecimento ao “estado da arte”. A obra inclui novos capítulos dedicados aos TCE nos doentes sénior e no desporto, dando também ênfase aos TCE ligeiros.

A apresentação da obra será feita por Carlos Vara Luiz, presidente da Direção do Colégio da Especialidade de Neurocirurgia da Ordem dos Médicos.

A obra de Rui Vaz pretende promover a utilidade e a importância da atualização do conhecimento ao “estado da arte”.

Rui Vaz nasceu em 1953 na cidade do Porto. Atualmente, é diretor do Serviço de Neurocirurgia do Hospital São João e vice-presidente do Conselho de Representantes da FMUP.  Foi responsável por iniciar em Portugal a técnica de estimulação cerebral profunda em 2002 e desde então coordena o grupo nacional com maior experiência acumulada nesta cirurgia.

É autor de cerca de 120 trabalhos científicos publicados e de diversas publicações na área da difusão do conhecimento. Publicou monografias sobre vários temas e editou o livro “DBS: do tratamento da doença de Parkinson a uma nova visão do funcionamento do cérebro”, distribuído pela Bial na sequência da Menção Honrosa no Prémio Bial Medicina Clinica 2010. No momento, está a desenvolver vários trabalhos de investigação em conjunto com a FEUP e o i3S.

A entrada é livre.