O Tibete no teto do mundo em exposição fotográfica na Reitoria da U.Porto

O mosteiro universitário de Sera, a norte da capaital tibetana, pela lente de Carlos Brum Melo.

“Tibete, na sombra do teto do mundo” é o título da exposição fotográfica da autoria de Carlos Brum Melo, jurista e fotógrafo açoriano, que  inaugura às 18h00 do dia 6 de março, na Sala de Exposições Temporárias da Reitoria da U.Porto.

Através deste ensaio fotográfico, o autor convida a uma jornada entre Lhasa e Rongbuk (campo base do Evereste), que percorre a ancestral ligação do budismo ao povo tibetano até à inquietante relação política atualmente vigente, entre este povo e a República Popular da China.

Este trabalho, resultante de uma viagem à região em agosto de 2015, despertou no autor a necessidade de consciencializar a comunidade académica nacional para o inestimável património humano, natural e cultural existente, para os efeitos do poder exercido pelas autoridades da República Popular da China naquela região e para a importância da salvaguarda dos direitos humanos do povo tibetano.

A inauguração da exposição será acompanhada de duas palestras, por Paulo Borges (Universidade de Lisboa) e Catarina Botelho (Universidade Católica do Porto), dedicadas ao tema “Os ensinamentos do chamanismo e do budismo tibetanos” e a “Universalidade dos direitos humanos e o futuro do Tribunal Penal Internacional”, respetivamente.

A exposição estará patente ao público até ao dia 31 de março, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

A entrada é livre.