O Porto moderno vista pelos olhos da Arquitetura

Ciclo de conferências insere-se no âmbito da exposição "Marques da Silva: Imagens e Memórias", patente na Reitoria da U.Porto.

Domingos Tavares, arquiteto e professor jubilado da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), vai estar esta quinta-feira, 7 de fevereiro,  no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto, para falar sobre o “PORTO 1900: ARQUITETURA E CIDADE”, título da conferência inaugural do ciclo organizado pela U.Porto no âmbito da da exposição “Marques da Silva: Imagens e Memórias”.

Com início às 21h30, esta conferência incidirá sobre alguns dos aspetos fundamentais que marcaram a passagem da arquitetura portuense para  a modernidade, processo em que Marques da Silva foi figura de proa. “Nela será apresentada uma proposta de interpretação do processo de afirmação da modernidade portuense, assente numa perspetiva de entendimento da arquitetura e das transformações urbanísticas que marcaram a cidade na transição do século XIX para o século XX”, lê-se na sinopse do evento.

Arquiteto e Professor catedrático jubilado da FAUP, Domingos Tavares é investigador do Centro de Investigação de Arquitetura e Urbanismo da FAUP e coordenador do programa de investigação “Atlas da Casa”. Com uma vasta obra publicada no campo da arquitetura, exerce atividade como arquiteto desde 1971, sendo autor de projetos como o da renovação da Faculdade de Direito da U.Porto , na Rua dos Bragas. Em 2011, foi distinguido com o título de Professor Emérito da Universidade do Porto.

Com esta palestra (ver cartaz), de entrada livre, dá-se então início ao ciclo de três conferências que a  Universidade vai promover durante o mês de fevereiro, no âmbito da programação paralela à exposição de pintura “Marques da Silva: Imagens e Memórias”. Patente ao público desde o passado dia 20 de novembro, na Sala de Exposições Temporárias da Reitoria, esta mostra inédita revisita a faceta de pintor do histórico arquiteto portuense através de um conjunto de obras únicas, grande parte delas pintadas pelo próprio Marques da Silva.

Após a conferência inaugural, o ciclo prossegue a 14 e 21 de fevereiro com duas palestras a cargo de Leonor Soares e Artur Vasconcelos (ver programa aqui), respetivamente. À semelhança da primeira sessão, ambas as conferências têm início às 21h30, no Salão Nobre da Reitoria, e são de entrada livre.

Mais informações junto da Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva, através do telefone 22 5518557 ou do e-mail fims@reit.up.pt.