Ministra do Ensino Superior de Angola visita Faculdade de Engenharia

Maria do Rosário Samboa é Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnolofia e Inovação de Angola desde setembro de 2017

Uma delegação angolana, na qual se incluía Maria do Rosário Bragança Sambo, Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação daquele país, visitou no passado dia 19 de março a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), numa iniciativa integrada no âmbito do roteiro de três dias da ‘Semana de Ciência Portugal – Angola’.

O programa na FEUP arrancou com um momento de boas vindas protagonizado pela Vice-Diretora da FEUP, Ana Maria Mendonça, pela professora do Departamento de Engenharia Química (DEQ) e coordenadora do Laboratório de Processos de Separação e Reação – Laboratório de Catálise e Materiais (LSRE-LCM), Madalena Dias, e ainda por Rosário Trindade, responsável pela Unidade de Cooperação da FEUP. Seguiu-se uma breve apresentação do DEQ, conduzida pelo seu diretor,  Fernando Pereira.

A comitiva visitou as instalações do LSRE-LCM, onde contactou com alguns dos projetos em desenvolvimento, bem como algumas das tecnologias utilizadas. Oportunidade ainda de se inteirar de alguns projetos desenvolvidos no Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE), pela voz do seu vice-coordenador, o docente do DEQ, Miguel Madeira.

Maria do Rosário Sambo visitou ainda os laboratórios de Preparação de Minérios e de Geoambiente do Departamento de Engenharia de Minas (DEM), na sequência do interesse demonstrado pelo Departamento na colaboração no novo Mestrado de Engenharia de Exploração de Jazigos Diamantíferos da Universidade Agostinho Neto.

As ligações da Faculdade de Engenharia ao sistema de Ensino Superior de Angola não são de agora. Foi em 1996 que se estabeleceu um Protocolo de Cooperação com a Faculdade de Engenharia Agostinho Neto (FEUAN), tendo como principal objetivo ‘a formação de discentes, docentes e investigadores e a colaboração em cursos de Pós-graduação conjunta’. Desde então que esta relação tem sido aprimorada, de forma a permitir, por exemplo, a colaboração de docentes da FEUP nos Mestrados da FEUAN em Hidráulica e em Ambiente, ou ainda a possibilidade de intercâmbio de estudantes de Doutoramento em Engenharia Química/Engenharia do Ambiente da UAN e de estudantes dos Programas Doutorais de Engenharia Química e Biológica e de Engenharia do Ambiente da FEUP.