Mais de 7000 crianças e jovens entram hoje na “Universidade Júnior”

A “Universidade Júnior” é o maior programa nacional de iniciação dos alunos do ensino básico e secundário ao ambiente universitário.

Eis-nos chegados àquela altura do ano em que os estudantes da Universidade do Porto tornam-se consideravelmente mais jovens e um pouco mais irrequietos. Arranca hoje mais uma edição da “Universidade Júnior” e, durante todo o mês de julho, por todas as faculdades da U.Porto, as salas de aula e os laboratórios são tomados por mais de 7100 crianças e jovens entre os 11 e os 17 anos de idade.

Esta é a maior edição de sempre da “Universidade Júnior”. À 14.ª edição, aquele que é o maior programa nacional de iniciação ao ambiente universitário para os estudantes do ensino básico e secundário, ultrapassa pela primeira vez a marca dos 7000 participantes.

Com 167 atividades diferentes à escolha, concebidas por centenas de professores, investigadores e estudantes das faculdades e centros de investigação da U.Porto e organizadas de acordo com o nível de escolaridade dos participantes, a “Universidade Júnior” é uma oportunidade única para os alunos do 5.º ao 11.º ano de escolaridade poderem experimentar diferentes áreas do conhecimento e, possivelmente, testar as suas vocações.

Com 167 atividades diferentes, organizadas em torno do nível de escolaridade dos participantes, a “Universidade Júnior” oferece um vasto leque de oportunidades para passar as férias de verão.

Uma receita de sucesso comprovado pelo número crescente de participantes e, muito particularmente, pela abrangência geográfica dos mesmos. Só na edição deste ano, mais de 1515 participantes da “Universidade Júnior” vão usufruir do programa de alojamento disponível para aqueles que habitam a uma distância demasiado grande para fazerem diariamente a viagem de e para o Porto.

Apenas nesta primeira semana de “Universidade Júnior”, 396 jovens provenientes de 88 concelhos de norte a sul do país, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira, vão fazer parte do programa de alojamento, pernoitando no quartel da Escola Prática de Transmissões.

A abrangência geográfica da “Universidade Júnior” é ainda potenciada pelos acordos de cooperação que a U.Porto firmou com 46 câmaras municipais de praticamente todos os distritos do país que se prontificaram a apoiar a participação dos seus munícipes mais jovens com através do pagamento da propina e do alojamento ou a disponibilização de meios de transporte para o Porto.

Parcerias com 13 entidades externas permitem à “Universidade Júnior” extravasar as paredes da U.Porto e estender-se até locais como o Museu do FC Porto.

De facto, há muito que a “Universidade Júnior” extravasou os limites da cidade Invicta e as paredes da própria U.Porto. Acordos de parceria pedagógica com 13 entidades externas – entre as quais o Centro Ciência Viva de Vila do Conde, o Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte (CICCOPN), a Escola Naval, a Escola Superior de Enfermagem do Porto, o Museu dos Transportes e Comunicações, o Museu do Futebol Clube do Porto e o Parque Biológico de Gaia – garantem uma abrangência temática para além da existente na Universidade do Porto.

Provas mais do que suficientes do crescente sucesso que a “Universidade Júnior” tem registado enquanto ponte entre o ensino básico e secundário e o Ensino Superior. Mas a maior prova do êxito deste programa serão os mais de 60.000 jovens que já passaram pela “Universidade Júnior” desde a sua primeira edição em 2005.