Livro conta história em comum da Universidade e da República

Livro revisita as afinidades históricas entre o movimento republicano e a fundação da U.Porto.

Ao comemorar o centenário da sua existência, a Universidade do Porto quis lembrar as afinidades entre a sua história e a do movimento republicano, que impulsionou a sua fundação e evolução.

A memória é feita em livro, sob o título A Universidade na República. A República na Universidade – A UP e a I República (1910-1926), da autoria de Jorge Fernandes Alves. A obra é editada pela U.Porto Editorial e vai ser apresentada pelo autor no próximo dia 2 de outubro, pelas 18h30, na sala da biblioteca da Reitoria da Universidade do Porto (Praça Gomes Teixeira).

Jorge Fernandes Alves faz neste livro uma digressão histórica pelo processo de institucionalização e consolidação da Universidade do Porto, fruto da política educativa do Governo Provisório da I República, dando voz aos protagonistas políticos oriundos da Universidade que perfilhavam posições sobre o ensino superior e aos políticos que se referiam à instituição. Segue o rasto ao desenvolvimento do republicanismo e a um caudal de personalidades, decisões, debates e jogos de poder que, após a proclamação da República, de alguma forma se relacionaram com a Universidade do Porto.

A entrada na sessão de apresentação é livre.

Sobre o autor

Jorge Fernandes Alves é professor de História Contemporânea no Departamento de História e de Estudos Políticos e Internacionais da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigador do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM) da mesma faculdade.