Investigador do IBMC recebe EMBO Installation Grant

Bolsa vai permitir investir 150 mil euros na criação de um novo grupo de investigação no IBMC .

Reto Gassmann, investigador suíço do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) da Universidade do Porto, é  um dos dez cientistas de todo o mundo, na área das Ciências da Vida, a ser premiados com as EMBO Installation Grants 2012. Atribuída pela EMBO, esta bolsa, no valor de 150 mil euros (distribuídos por três anos), vai permitir ao cientista criar o seu próprio grupo de investigação no IBMC .

Centrado nas áreas de biologia molecular e bioquímica, o trabalho que Reto Gassman quer expandir na U.Porto visa compreender “o uso das células animais na distribuição do seu genoma de forma equilibrada para células mais recentes aquando da divisão celular (segregação cromossómica)”. Em declarações ao «Ciência Hoje», o investigador sustenta que perceber como funciona a segregação cromossómica da “maquinaria animal” ao nível molecular “poderá ajudar a abrir novas vias para a prevenção e para o tratamento destes problemas”.

Reto Gaussman

Com esta distinção, Reto Gassmann vê concretizado o objetivo com que chegou ao IBMC, em março passado, após terminar o pós-doutoramento no Ludwig Institute for Cancer Research, em San Diego (EUA). “Com 50 mil euros por ano, poderei criar o meu próprio laboratório desde início e recrutar investigadores para a minha equipa, assim como equipamentos que nos permitam progredir na investigação”, aponta o cientista.

As bolsas da EMBO têm como objetivo apoiar cientistas talentosos a estabelecer os seus laboratórios em países que desenvolvem ciência básica de forma ativa. Das dez Instalation Grants atribuídas este ano, destaque ainda para a que foi atribuída a Sandra Fonseca, investigadora do Centro de Nacional de Biotecnología em Madrid, que, a partir de 2013, vai transferir-se para o Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB).

Francisco Mesquita

Recorde-se que Reto Gassmann é o segundo investigador do IBMC a ser distinguido pela EMBO no prazo de uma semana. Antes, já Francisco Mesquita, investigador do Grupo de Microbiologia Molecular do IBMC, tinha recebido uma EMBO Long-Term Fellowship. Trata-se de uma bolsa que, ao longo de dois anos, permitirá ao cientista português visitar laboratórios por toda a Europa, no âmbito do seu pós-doutoramento.

Francisco Mesquita é o terceiro investigador do IBMC a receber esta prestigiada bolsa internacional, depois de Eurico Morais de Sá e Lígia Tavares.