INESC TEC cria robô pintor que vê e aprende

SMARTPAINT já está a ser usado pela FLUPOL

O SMARTPAINT, assim se chama o sistema de pintura robotizado desenvolvido pelo INESC TEC, é capaz de “ver” e imitar os movimentos de operários fabris. Antes de pintar, o robô é programado pelo próprio operário especializado, cabendo-lhe depois executar os movimentos que lhe foram ensinados. O SMARTPAINT consegue ainda identificar autonomamente cada peça e revesti-la, selecionando o programa mais adequado.

A FLUPOL, empresa na área da Engenharia de Superfícies, já beneficia desta tecnologia inovadora que irá permitir aumentar a produtividade da fábrica e libertar operários especializados de uma tarefa que é, por norma, repetitiva e prejudicial para a saúde (devido ao contacto com ambientes nocivos -tintas e dissolventes).

Os oito anos normalmente necessários para a formação especializada de um operário fabril nesta empresa deixam também de ser necessários.

O robô nasceu no âmbito do projeto SIIARI (Sistema para o Incremento da Inteligência Artificial em Robótica Industrial) do INESC TEC e foi desenvolvido por um consórcio que inclui a FLUPOL, a Companhia de Equipamentos Industriais (CEI) e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Para conhecer mais sobre o projeto SMARTPAINT, veja a notícia completa na edição nº 132 do Boletim do INESC TEC.