InanoE vence três prémios internacionais em duas semanas

No Splash Innovation Stage, a InanoE recebeu quatro mil euros em prémios DR: Renato Cruz Santos

A InanoE, startup incubada no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, venceu três prémios internacionais, nas últimas duas semanas. No Splash Innovation Stage, a startup foi distinguida com o terceiro prémio da competição e com o prémio InnoEnergy. Já na iniciativa organizada pela Repsol, a ideia de negócio foi uma das 4 escolhidas para integrar a aceleradora da Fundação Repsol.

A startup, apoiada pela Agência Espacial Europeia, desenvolve micro e nano-geradores feitos à medida, leves e flexíveis, capazes de converter energia ambiental desperdiçada em eletricidade. A solução criada pela InanoE faz com que seja possível aproveitar o calor e movimento do corpo de utilizador para alimentar telemóveis e pequenos aparelhos eletrónicos (tablets, iPods, health monitors, etc.).

No Splash Innovation Stage, a InanoE recebeu o terceiro prémio da competição, no valor de três mil euros, e o prémio de startup com maior potencial de eficiência energética, atribuído pela InnoEnergy, no valor de mil euros.

Nascida na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, a spin-off da Universidade do Porto foi a única portuguesa premiada no Splash Innovation Stage, competição de startups  que distinguiu as soluções mais inovadoras para problemas relacionados com o setor da água. Inserida na 4ª EIP Water Conference 2017, a iniciativa decorreu no dia 27 de setembro, na Alfândega do Porto, e juntou 16 ideias de negócio de todo o mundo: Austrália, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos da América, França, Holanda, Reino Unido, Suécia, entre outros.

Cátia Rodrigues, Mariana Proença e André Pereira com o prémio na Fundação Repsol. Foto:DR

A empresa já tinha sido premiada recentemente, em Madrid, a dia 20 de setembro, na 6ª Convocatória do Fondo de Emprendedores da Fundação Repsol, aceleradora empresarial que apoia projetos inovadores na área de energia e mobilidade, com o objetivo de incentivar a entrada no mercado.

Selecionada de entre 354 projetos, a InanoE fez parte do leque de 4 ideias de negócio que vão receber 2 mil euros por mês, durante 12 meses. Para além do apoio económico, a prémio da InanoE inclui apoio técnico e jurídico, acesso a uma rede de potenciais investidores e mentoring durante a fase de aceleração do projeto.