Na sequência do Seminário Internacional de Medicina Veterinária de Abrigo, promovido pela Ordem dos Médicos Veterinários e realizado no Porto em junho de 2019, médicos veterinários municipais e professores e investigadores do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) formaram um grupo de trabalho em Medicina Veterinária de Abrigo.

A Medicina Veterinária de Abrigo é uma área relativamente recente em Portugal, dedicada aos animais de companhia que se encontram alojados em abrigos sem fins lucrativos. Desde setembro de 2019, o grupo tem desenvolvido dois projetos de trabalho.

Num dos projetos, destinado a médicos veterinários que trabalham nesta área, foi elaborado um inquérito para caracterizar a situação dos abrigos de animais em Portugal. Desta forma, pretende-se obter informação sobre os recursos e o funcionamento dos abrigos, e delinear intervenções que promovam a qualidade de vida dos animais. Este trabalho está a ser desenvolvido pelos médicos veterinários municipais Adélia Alves e Pedro Osório, e pelas docentes do ICBAS Alexandra Müller, Cláudia Baptista, Eduarda Gomes Neves e Sara Marques.

O outro projeto consiste na realização de um curso de formação em bem-estar e comportamento de animais de companhia em situação de abrigo. A primeira edição desta ação de formação decorrerá em novembro 2020 e destina-se a voluntários que integram um projeto universitário que visa auxiliar associações de abrigo animal, o “VO.U. Pelos Animais” (http://vou.pt/projetos/). Este trabalho é desenvolvido pela veterinária Adélia Alves e pelas professoras Margarida Araújo e Ana Isabel Magalhães.

A Medicina Veterinária de Abrigo em Portugal tem agora um grupo de trabalho específico que reúne médicos veterinários municipais e docentes e investigadores do ICBAS. (Foto: DR)