Chama-se “Dona Jane Andresen”, mas não se trata de uma qualquer dama inglesa da era vitoriana. Na verdade, é bem portuguesa – e portuense – e habita, há mais de um século, o Jardim Botânico do Porto, na companhia de centenas de outras espécies de… camélias. As mesmas que acabam de valer ao “pulmão verde” da Universidade do Porto o título de “International Camellia Garden of Excellence”, reservado aos jardins de todo o mundo que se destacam pela excelência da sua coleção daquele género de flores.

E a “Dona Jane Andresen” não é, de facto, um camélia qualquer… Distinguida em 2011 com o Prémio de Melhor Camélia Japónica, esta “dama” com nome ilustre chegou ao Jardim Botânico durante o século XIX, pela mão de Joana Andresen, avó da conhecida Sophia de Mello Breyner. Hoje, é relativamente comum, na “cidade das camélias”, onde encontra a humidade e a acidez do solo necessárias para se sentir em casa. E a que cheira? A camélia, pois claro!

A próxima Foto da Semana pode ser vossa!

O que procuramos? Fotos com uma relação visual óbvia à U.Porto e aos nossos espaços, pessoas e símbolos… Não aceitaremos por isso as fotos das férias numa ilha paradisíaca ou nos picos do Evereste… A não ser que levem convosco a t-shirt, a capa ou outro elementos identificativos da Universidade! Podem enviar-nos as vossas fotos por mensagem privada, ou em https://noticias.up.pt/participe/.