FEP volta a ser “Porto de Emprego” em tempo de crise

A "Porto de Emprego" regressa com o objetivo de promover o contacto das empresas com pré-finalistas e finalistas nas áreas da Economia e Gestão.

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) promove de 11 a 14 de março, mais uma edição da Feira ‘Porto de Emprego’, a mais importante Feira de Emprego do Norte do país, em simultâneo com a Feira de Mestrados da FEP. Tratam-se de dois eventos que têm como objetivo promover o emprego entre os recém-licenciados e finalistas nas áreas da Economia Gestão, mas também apresentar a oferta formativa pós-graduada da FEP.

No âmbito do ‘Porto de Emprego’, cerca de 30 empresas, como a Galp, Deloitte, REN, Sonae, PwC e outras, estarão ao longo destes dias presentes na FEP à procura de candidatos para emprego. Ao todo, estima-se que 6 mil pessoas passem pela 13ª edição desta iniciativa que tem como objetivo promover o contacto das empresas com pré-finalistas e finalistas de diversas universidades, estimulando a ligação entre os estudantes e a realidade do mercado de trabalho.

Em perspetiva está por isso um “espaço de eleição para as empresas de grande e média dimensão divulgarem as oportunidades de emprego que podem proporcionar, revestindo-se este ano de uma importância redobrada atendendo à elevada taxa de desemprego que infelizmente o nosso país, e em particular a região Norte, regista”, salienta o Diretor da FEP, João F. Proença.

A cerimónia de abertura tem lugar no dia 11 de março, às 14 horas, e contará com a presença do presidente da Associação Comercial do Porto, Rui Moreira, que abordará o tema “(Des)Emprego e educação – oportunidades e ameaças“.

O ‘Porto de Emprego’ contará também com a iniciativa Speed Recruitment, um encontro cronometrado, com a duração de 5 minutos por candidato/empresa, que visa proporcionar aos estudantes um contacto mais direto e pessoal com as empresas, bem como dar a conhecer às empresas os seus potenciais candidatos. O evento terá lugar em duas sessões e será desenvolvido numa sala, em sistema de rotatividade dos participantes, ficando a gestão da iniciativa à responsabilidade da organização.

Ao longo dos quatro dias da feira, haverá ainda espaço para apresentações de algumas das empresas presentes – como a Continental, PwC, Vodafone e Ersnt & Young, entre outras – com o objetivo de dar a conhecer a empresa aos estudantes presentes, tendo em vista fins de recrutamento.

“As Company Insight permitem às organizações explicar como funciona a empresa, o perfil de candidatos procurados, os parâmetros privilegiados nos CVs, como decorre o processo de recrutamento e, mais tarde, de integração dos colaboradores. O percurso habitual de um novo colaborador, a formação a que tem acesso e a possibilidade de mobilidade interna e externa são também temas abordados”, salienta Mafalda Carmona, Project Manager da FEP Junior Consulting, empresa júnior de consultoria sediada na FEP responsável pela organização da “Porto de Emprego”,  em colaboração com o Serviço de Relações Externas e Integração Académica (SEREIA).

À descoberta dos mestrados da FEP

Em paralelo com o ‘Porto de Emprego’, a FEP lança também a Feira dos Mestrados, um evento que visa divulgar a oferta a este nível da faculdade e que conta este ano com uma oferta diversificada que abrange mestrados de continuidade e mestrados de banda larga e especializados.

No lote dos mestrados de continuidade, os quais são dirigidos prioritariamente a recém-licenciados em Economia e Gestão, há a destacar dois mestrados lecionados integralmente em inglês – Master in Management (MIM) e Master in Finance (MIF) – e o Mestrado em Economia.

“Os dois mestrados internacionais da FEP foram uma inovação na Universidade do Porto por serem os dois primeiros mestrados da Universidade totalmente lecionados em inglês, oferecendo um deles (MIM) uma dupla titulação com uma escola muito bem colocada no ranking do Finantial Times”, salienta João F. Proença.

Todas as informações sobre os diferentes mestrados podem ser recolhidas ao longo destes dias no stand que existirá no local, ou através das apresentações curtas (de 15 a 20 minutos) que serão feitas pelos diretores de cada curso.