Faculdade de Medicina distinguida na área da Endocrinologia

Estudo premiado debruça-se sobre as características ante e pós-parto preditoras de diabetes Mellitus tipo 2.

Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto foi distinguido com o Prémio de Investigação Clínica, pela Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM).

O júri premiou o trabalho intitulado “Características ante e pós-parto preditoras de diabetes Mellitus tipo 2 em mulheres com diabetes gestacional” da autoria de Sandra Belo, Ângela Magalhães, Joana Queirós, Cristina Gâmboa e Davide Carvalho.

De acordo com a primeira autora e investigadora Sandra Belo, o trabalho pretende “encontrar factores preditores de risco para diabetes Mellitus tipo 2 em mulheres com diabetes gestacional, no fundo na tentativa de avaliar que mulheres se encontram em risco e devem efetuar prova de reclassificação, e identificar mulheres com baixo risco nas quais poderia ser eliminada a necessidade de prova de reclassificação”.

O galardão foi atribuído no âmbito do XIV Congresso Português de Endocrinologia/64.ª Reunião Anual da SPEDM.