Estudantes da U.Porto mostram em vídeo o que é ser europeu

Vídeo envolveu a participação de mais de 70 jovens de oito nacionalidades que estão a fazer Erasmus no Porto.

O desafio era tão simples quanto aberto: traduzir num vídeo de um minuto o que significa ser cidadão da União Europeia. Para o fazerem, João Gonçalves e Catarina Medeiros procuraram as respostas junto de dezenas de estudantes estrangeiros que estão a fazer Erasmus no Porto. O resultado final acaba de ser escolhido entre os projetos finalistas do «Europe Past Forward», um concurso promovido pelo Comité Económico e Social Europeu como forma de assinalar o Ano dos Cidadãos Europeus, que se celebra em 2013.

A história começa quando João, finalista do curso de Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, e Catarina, mestranda em Multimédia na Faculdade de Engenharia (FEUP), encontraram o “Europe Past Forward” num portal de concursos online. “O tema foi desde o início aliciante. Fomos ambos estudantes Erasmus e um de nós (João) faz parte do Parlamento Europeu dos Jovens, por isso temos um apurado sentido de cidadania europeia”, explica o duo. Outro aliciante passou pela “oportunidade de aliar o gosto pelo audiovisual com a expressão dos valores europeus nos quais acreditamos e valorizamos”.

Da ideia à prática, “achamos que a melhor forma de criar um guião fidedigno daquilo que os jovens pensam da União Europeia seria perguntar-lhes”, recordam os estudantes. Para isso, começaram por pedir “a uma série de amigos para dissertarem sobre como se sentem enquanto cidadãos europeus”. Da reunião das respostas acabaria por nascer o guião final.

Já no terreno, os dois “realizadores” contaram então com a ajuda de mais de 70 estudantes Erasmus de oito nacionalidades, que se voluntariaram para deixar o seu testemunho – na língua materna – em vídeo. Para além da ajuda gratuita – “foi tudo feito sem qualquer tipo de fundos envolvidos” – ficou a certeza: “A parte engraçada foi sentir que pessoas de países tão diferentes como Alemanha, Ucrânia, Espanha, Portugal, Itália, entre outros, conseguiram ter opiniões tão idênticas. Só nos mostrou que o sentimento europeu nos é intrínseco ao ponto de pessoas que não nos conheciam de lado algum se terem juntado a nós e ajudado”.

O vídeo de João Gonçalves e Catarina Medeiros segue agora para a final do «Europe Past Forward», depois de ter sido o terceiro projeto mais votado – com 760 votos – entre os 90 que competiram na primeira fase do concurso. Os dez finalistas vão ser avaliados por um júri que, ainda em fevereiro, decidirá quem leva para casa os 5 mil euros destinados ao autor do melhor vídeo.

“Sempre achamos que seríamos capazes de estar no top10. Confiámos no qualidade do nosso vídeo mas sabemos que a decisão final será sempre bastante subjetiva, por isso preferimos manter os pés no chão”, antecipa a dupla.

Os prémios – há ainda 3 mil e 2 mil euros para o segundo e o terceiro lugar – serão entregues em Bruxelas a 20 de março.

Empreender no audiovisual

Enquanto aguardam a decisão, os dois estudantes da U.Porto vão continuar a apostar na Revisitar Produções, projeto nascido em agosto de 2012 do “enorme gosto e prazer” que ambos partilham “pela audiovisual e pela arte de contar histórias”. O trabalho da empresa inclui produções audiovisuais (publicidade, eventos, etc) mas também a cobertura de eventos e a elaboração de documentários.