Doutorada da FLUP premiada por estudo sobre a colonização portuguesa

Tese premiada descreve a colonização portuguesa na região de Pernambuco, em meados do século XVI.

Mércia de Medeiros, doutorada em Arqueologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), é a vencedora da edição 2012 do Prémio Científico atribuído pela Casa da América Latina, na categoria Ciências Sociais.

O galardão distingue a investigadora brasileira pela sua tese de doutoramento sobre “A lógica do planeamento português na capitania de Pernambuco de 1535 a 1554”. Neste trabalho, Mércia de Medeiros faz um retrato do que foi a colonização portuguesa em Pernambuco em meados do século XVI.

Promovido conjuntamente pela Casa da América Latina e pelo banco Santander Totta, o prémio, será entregue esta terça-feira, em Lisboa. Na mesma ocasião, Carlos Rafael Mendes, investigador, recebe o prémio da categoria Tecnologias e Ciências Naturais, por um trabalho sobre o fitoplancton.

Também esta terça-feira, Mércia de Medeiros vai estar na Sociedade Histórica da Independência de Portugal para conduzir uma conferência sobre o tema da sua tese de doutoramento. A sessão, aberta ao público, tem início às 18 horas.

Licenciada em Arquitetura pela Universidade Federal de Pernambuco (1980), Mércia de Medeiros completou o mestrado em Arqueologia na  Universidade Federal de Pernambuco em 2007. Entre 2007 e 2010 frequentou o doutoramento em Arqueologia da FLUP, tendo apresentado a tese em fevereiro de 2011.