Docente da FEUP distinguido com prémio internacional de reconhecimento científico

Álvaro Cunha é responsável pela Secção de Materiais de Construção do DEC da FEUP (foto: D.R.)

Álvaro Cunha, Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Civil (DEC) e Diretor e Investigador do Laboratório de Vibrações e Monitorização de Estruturas (VIBEST) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foi distinguido pelo Comité Permanente da Conferência Internacional International Operational Modal Analysis Conference (IOMAC) com um prémio de reconhecimento científico, atribuído pelo seu excelente contributo ao longo das diferentes edições do evento.

Com a sua primeira edição realizada em 2005, o Comité da Conferência IOMAC distinguiu um grupo de seis pessoas que, por meio de elaboração de papers, apoio na organização, assessoria, palestras ou outras atividades desenvolvidas, contribuíram para a notoriedade e reconhecimento da iniciativa. Além de Álvaro Cunha, foram premiados os investigadores séniores Reto Cantieni (RCI Dynamics, Suiça), Carmelo Gentile (Politecnico de Milão, Itália), James Brownjohn (Universidade de Exeter, Reino Unido), Rune Brincker (DTU, Dinamarca) e Sven Gade (Brüel & Kjaer, Dinamarca).

Álvaro Cunha, diretor do VIBEST, um dos seis Grupos de Investigação da Unidade de I&D CONSTRUCT, do qual é também Coordenador Científico, realça a importância do reconhecimento, não tanto por uma questão de mérito individual, mas antes de  prestígio para a FEUP e suas unidades de investigação: “Trata-se de um prémio que reconhece sobretudo a qualidade do trabalho desenvolvido de forma persistente e continuada pelos investigadores do VIBEST no domínio da Análise Modal Operacional, iniciado pela Colega Elsa Caetano e por mim há cerca de 20 anos e entretanto prosseguido também com o contributo dos Colegas Filipe Magalhães e Carlos Moutinho, e que vem contribuir para o reforço da visibilidade internacional do VIBEST/CONSTRUCT e da FEUP/U.Porto”.

O prémio foi atribuído no passado dia 11 de maio, por ocasião da edição 2017 da Conferência IOMAC, em Ingolstad, na Alemanha.