Docente da FMUP vai formar clínicos de todo o mundo

Miguel Gonçalves dá formação na área da pneumologia e fisioterapia respiratória (Foto:DR)

Miguel Gonçalves é professor na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e foi o primeiro docente português a ser convidado para integrar a iniciativa CME-online “Learn from the experts”, a cargo da European Respiratory Society (ERS).

A ERS é a maior sociedade científica mundial de medicina respiratória e é responsável pela formação contínua e permanente atualização clínica de milhares de profissionais. Esta sociedade científica e académica, organizadora anual do maior congresso mundial da especialidade, distribui-se em várias plataformas de formação tal como congressos, cursos, workshops, entre outros, que no seu todo congregam a ERS School.

Uma das mais recentes iniciativas da ERS School foi a formação online denominada CME-online – “Learn from the experts”, que consiste em cursos temáticos cujos módulos são dirigidos por um especialista de referência. No final e após a realização do exame do respetivo módulo, os participantes obtêm os respetivos CME (Credit for Medical Education).

Miguel Gonçalves, que pertence ao Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar de S. João (CHSJ), foi assim o primeiro docente português a ser convidado para diretor de um dos módulos da formação, mais especificamente intitulada de “Cough Assistance in Neuromuscular Disease”, tema este que tem sido o foco do seu trabalho clínico e académico nos últimos 10 anos.

Alguns dos objetivos do seu módulo consistem, por exemplo, na identificação dos componentes da tosse nos pacientes com doença neuromuscular e as suas limitações, atualizando o conhecimento prático e teórico sobre os diferentes tipos de técnicas de aumento da tosse nesta população.

Com uma lista notável de diferentes publicações na área da pneumologia e fisioterapia respiratória, o investigador já foi convidado para participar em cerca de 160 palestras, workshops e simpósios no âmbito de vários congressos em 32 países diferentes. Para Miguel Gonçalves a participação no CME-online constitui “um privilégio”, dado “poder ter a oportunidade de contribuir para a formação de colegas de todo o mundo”.

Para mais informações, consultar o site da ERS.

  • Miguel Moço

    Este senhor foi aluno de uma professora minha (não vou citar o nome da mesma), mas lembro-me de ela falar dele, que enquanto aluno, não tinha muito interesse nas aulas da licenciatura de fisioterapia, e sentava-se sempre no fundo da sala, sem participar na aula. Até que um dia, numa aula de fisioterapia respiratória (aparelhos de ventilação não-invasiva), sentou-se na primeira fila e, a partir daí, descobriu o que lhe interessava e nunca mais parou. Um estranho caso de sucesso de uma pessoa que a poucos anunciava uma carreira de encher o olho. Parabéns Miguel.

    • CaroinaCordeiro

      Nem mais Miguel Moço…Essa história roda gerações de alunos da Professora=)