É considerada a “canção-hino” do 25 de Abril de 1974 e o Coral de Letras da Universidade do Porto (CLUP) quer pôr o país inteiro a cantá-la. É esse o propósito do desafio que o CLUP, em parceria com a Casa Comum da U.Porto, está a lançar a toda a comunidade, como forma de assinalar mais um aniversário da Revolução dos Cravos.

“No dia 25 de abril não vamos poder sair à rua, mas cantaremos da nossa janela”. Assim dita o “manifesto” de uma iniciativa que promete juntar atuais e antigos coralistas – e não só – a cantar a «Grândola, vila morena», a canção composta por Zeca Afonso no início da década e 70 e escolhida pelo Movimento das Forças Armadas (MFA) para ser uma das senhas de sinalização da Revolução dos Cravos.

Participar é simples. Basta ter um telemóvel à mão e gravar um video a cantar uma das quatro vozes (Soprano, Contralto, Tenor e Baixo) da versão coral que Fernando Lopes Graça preparou para a canção original (ver partitura aqui).

Os vídeos devem ser enviados até 20 de abril para os endereços de e-mail cultura@reit.up.pt e/ou clup50anos@gmail.com, com o título “Desafio Grândola Vila Morena”.

A partir dos contributos reunidos será então montado um “super-video” que promete “unir o país e o mundo na comemoração dos 46 anos do 25 de Abril”.

Mais informações aqui.