Colheita ‘1972’ de Engenharia Eletrotécnica celebra 45 anos de conclusão do curso

O encontro contou com a participação de 27 Alumni FEUP (foto: D.R.)

Não é todos os dias que se atinge o marco de 45 anos de conclusão da graduação… Foi precisamente o que aconteceu, no passado dia 28 de outubro, com um grupo de 27 antigos estudantes do curso de Engenharia Eletrotécnica da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que se juntaram para um dia completo de comemorações.

O ponto de encontro escolhido não poderia ser diferente – a Faculdade de Engenharia – de onde seguiram para uma viagem de autocarro até à Régua. Daqui embarcaram num passeio de barco até ao Pinhão, que incluiu um almoço durante a viagem. Chegados ao Pinhão, foi tempo de fazer um programa de lazer.

O grupo de alumni FEUP de Eletrotécnica de 1972 já promove este tipo de encontros desde 1997 (ano da comemoração dos 25 anos de conclusão do curso e ainda na Rua dos Bragas), aproximadamente de cinco em cinco anos, com o grande objetivo de criar condições especiais para o reencontro de colegas que viveram em conjunto uma fase muito importante das suas vidas e que, por motivos diversos, vivem atualmente em pontos distantes entre si.

Nos intervalos dos encontros quinquenais, tem sido feito um esforço para manter um contacto ativo,  seja através de outros encontros entre aqueles em que a proximidade geográfica é maior, seja por trocas de mensagens em alturas especiais e festivas.

É geral a opinião de que este tipo de iniciativas é crucial para o fortalecimento da alma mater: “esta ligação à Faculdade de Engenharia ganhou uma grande importância, quer durante a nossa vida profissional, fosse qual fosse a área em que ela se tenha desenvolvido (produção, gestão, formação, inovação,…), quer mantendo os laços de união após o final daquela fase da vida, no momento em que a maior parte de nós se encontra aposentado”, frisam dois dos antigos estudantes, Francisco Jacinto e José Miguel Ayres, acrescentando ainda que “nunca o contacto entre os elementos do curso foi verdadeiramente perdido e para isso tem contribuído como pólo aglutinador a Faculdade de Engenharia, com um contributo especial do colega Raul Vidal”.

Apesar da visita de comemoração dos 45 anos de conclusão de curso ter contado com um total de quase 30 participantes, foram muitos mais os que manifestaram vontade de estar presentes e que, apesar de estarem impossibilitados de o fazer, não deixaram de enviar uma mensagem para de alguma forma marcar presença.