Assim foi a participação da U.Porto nos Jogos Europeus Universitários

O Remo da U.Porto alcançou duas medalhas de ouro por Joana Branco e Inês Oliveira. (Foto: CDUP-UP)

Ao longo de duas semanas, cerca de 150 estudantes atletas da Universidade do Porto vestiram a camisola da instituição nos Jogos Europeus Universitários 2018, que decorreram em Coimbra, de 14 a 28 de julho. O maior feito aconteceu no Remo, modalidade que garantiu as duas únicas medalhas – ambas de ouro –  para a U.Porto na mais importante competição desporto universitário a nível europeu.

E falar em ouro significa falar em Joana Branco, a engenheira mecânica que, na sua última participação com as cores da U.Porto, teve uma despedida de sonho do desporto universitário. Foi ao quinto dia de competição que a antiga estudante da Faculdade de Engenharia (FEUP) abriu a jornada com a conquista da medalha de ouro na prova de skiff ligeiro individual feminino (LW1x) dos EUG2018. Horas mais tarde, acabaria por repetir o feito, desta vez em double scull (LW2x), formando equipa com Inês Oliveira, também ela estudante da FEUP. “A Universidade do Porto ainda não tinha conseguido um primeiro lugar (em finais A de remo em provas internacionais), e foi muito bom, ainda por cima por ser a dobrar”, destaca a nova bicampeã europeia universitário de Remo.

Ainda no Remo, Miguel Menezes, João Varela, Pedro Menezes e Ricardo Costa formaram a equipa de Shell 4- que terminou a Final A na 7.ª posição. Pedro Duarte Menezes foi ainda à final A de skiff ligeiro, que terminou no 9.º lugar.

Nas restantes modalidades, a equipa de Andebol feminino foi das primeiras a entrar em prova nestes UG Coimbra 2018. Na fase de grupos a sorte não sorriu à U.Porto, que falhou a passagem aos quartos-de-final. A partir da fase de grupos a história foi outra e, somando por vitórias todos os jogos disputados, as atletas portuenses acabariam por terminar no 9.º lugar.

No Ténis de Mesa, João Neves foi o melhor português (5.º classificado) na prova de singulares masculinos, ao passo que a equipa masculina não foi além do 11.º lugar. Já a seleção feminina, constituída pelas estudantes Sara Costa, Raquel Andrade, Inês Nóbrega e Margarida Matos, alcançou o 9.º lugar deste campeonato. Em singulares, Raquel Andrade esteve perto das medalhas, acabando por terminar no 5.º lugar.

A equipa de Andebol feminino da U.Porto alcançou o 9.º lugar. (Foto: CDUP-UP)

Na competição de Judo, os atletas, José Diogo Costa, Carlos Carvalho, Nuno Rato e Miguel Rato não ultrapassaram os primeiros e segundos combates dos Jogos.

Na Canoagem, Marta Pinto alcançou o 9.º lugar em K1 500m; Jorge Castro foi 12.º em K1 200m; Adriano Conceição foi 9.º em K1 1000 e K1 500; e Bruna Correia ficou em 10.º lugar na prova de K1 200. Nas provas mistas, a dupla composta por Marta Pinto e Adriano Conceição ficou também no 9.º lugar em K1 500m, ao passo que Marta Pinto e Jorge Castro foram 11.ºs nos K2 200m misto, e Francisco Sousa e Bruna Correia foram 12.ºs em k1 500 misto.

A equipa masculina de Rugby 7s ficou no 6.º lugar dos Jogos Europeus Universitários. (Foto: CDUP-UP)

No Ténis, Bernardo Pires, Pedro Lima e Manuel Guedes de Almeida chegaram aos quartos-de-final da prova de equipas, perdendo às mãos da Universidade de Innsbruck (Áustria), que acabaria por vencer estes Jogos Europeus Universitários. A U.Porto terminou a sua participação na 6.ª posição.

Aquém das expectativas ficaram as equipas de Rugby 7s, modalidade em que a U.Porto já conquistou uma medalha de bronze nos Europeus Universitários, em 2016. Na competição masculina, a Universidade terminou no 6.º lugar. No feminino, a equipa da U.Porto não conseguiu qualquer vitória , acabando na 4.ª e última posição.

No Voleibol e Futebol masculino, a U.Porto, representada pela Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia (AEFEUP), alcançou o 12.º e 11.º lugares, respetivamente. Já no Voleibol e Basquetebol feminino, a Universidade esteve representada pela Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto (AEFADEUP), que tamébem não foi além do 14.º e 13.º lugares, respetivamente.

Recorde-se que esta foi, globalmente, a maior representação de sempre da U.Porto na principal prova desporto universitário a nível europeu, organizada pela European University Sports Association (EUSA). Um facto que ganha uma dimensão ainda maior considerando que, dos mais de 500 estudantes-atletas que compuseram a comitiva portuguesa (distribuída por 44 equipas e 72 delegações representantes de 13 instituições de Ensino Superior), cerca de um terço eram da Universidade do Porto.