A entrada na apresentação é livre e gratuita (foto: Pixabay)

A Biblioteca da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) vai receber, no próximo dia 17 de abril, às 18h00, a apresentação do livro “100 contos | 100 palavras”, obra assinada por João Carlos de Almeida e que oferece 100 contos com precisamente 100 palavras cada um.

‘3 minutos de prazer diário’: é esta a proposta lançada pelo antigo estudante de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da FEUP, pois é este o tempo aproximado que o leitor vai demorar a ler cada um dos contos presentes na primeira obra da sua autoria. As histórias pretendem ser leves e divertidas, com a exceção de ‘meia dúzia’, estas mais intimistas e reflexivas.

Todos os contos são uma alusão a situações verídicas, embora com «personagens» ficcionadas. Exceção para o autor, protagonista de algumas histórias, e para os casos em que a pessoa em questão já tenha falecido há muito tempo. Ao longo dos contos, João Carlos de Almeida ‘percorre’ Portugal (Porto, Lisboa, Viana do Castelo, Santa Cruz da Graciosa, entre outros), Brasil (Recife), Angola (Saurimo) e até a República Checa (Praga).

A sessão de apresentação vai acontecer na Sala de Exposições da Biblioteca. A entrada é livre.

O livro é editado pela Chiado Books e encontra-se disponível para compra em papel e em formato e-book.

Mais informações através do e-mail agora@fe.up.pt.

Sobre o autor

João Carlos Almeida nasceu no Porto em maio de 1969.

Paralelamente à frequência do ensino oficial, estudou piano com Conceição Caiano, tendo completado o Curso Complementar de Piano. Em 1987 entrou na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, tendo-se licenciado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.

Apercebendo-se de que a sua vocação era o ensino, particularmente da música, candidatou-se e foi admitido na Escola Superior de Música de Lisboa (Formação Musical), curso que terminou no Porto, na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo. Mestre em Estudos da Criança/ Educação Musical (Universidade do Minho), é profissionalizado em Ensino da Educação Musical no Ensino Básico, no Instituto Piaget (Escola Superior de Educação – Gaia). Tem lecionado Formação Musical, Iniciação Musical, Expressão Musical, Classe de Conjunto (Coro), Matemática, Informática, em diversas escolas em Portugal e Angola.