A Universidade do Porto vai disponibilizar um número recorde de 4604 vagas para um também novo máximo de 55 cursos de licenciatura (49) e mestrado integrado (6), ao abrigo do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior Público 2022/2023, cuja 1.ª fase arranca para esta segunda-feira, dia 25 de julho.

De acordo com os dados que acabam de ser revelados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), através da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), a melhor universidade portuguesa terá mais 198 (233) vagas do que as 4604 disponibilizadas no ano letivo que está agora a terminar.

Tal como no ano passado, a U.Porto é mesmo a instituição de ensino superior público que regista um maior aumento de vagas face a 2021/2022. Seguem-se o ISCTE (178), a Universidade da Beira Interior (173), o Instituto Politécnico de Bragança (103), o Instituto Politécnico da Guarda (96) e, já a larga distância, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (mais 75 vagas), a Universidade de Lisboa (69), a Universidade de Aveiro e a Universidade do Minho (ambas com mais 60 vagas).

Quatro novas licenciaturas…

Para o aumento de vagas registado pela U.Porto, contribuem em grande parte os 128 lugares reservados para as quatro novas licenciaturas com que a Universidade se apresenta, pela primeira vez, a este Concurso Nacional de Acesso.

Com 42 vagas, a nova Licenciatura em Literatura e Estudos Interartes da Faculdade de Letras (FLUP) é a que mais lugares disponibiliza entre os novos cursos da U.Porto. Seguem-se as licenciaturas em Matemática Aplicada da Faculdade de Ciências (FCUP), com 40 vagas, Desenho da Faculdade de Belas Artes (FBAUP), com 25 vagas, e Engenharia Agronómica da FCUP, com 21 vagas.

Refira-se que estas quatro licenciaturas fazem parte dos 22 cursos novos apoiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), orientados para reforçar a formação superior inicial e o aumento do número de graduados em áreas STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática). No total, estes novos cursos financiados pelo PRR representam 642 vagas, sendo um quinto destas disponibilizadas pela U.Porto.

Os novos cursos da U.Porto fazem parte do plano ambicioso com que se prevê atrair mais de 9.500 novos estudantes para a Universidade até 2026. (Foto Egidio Santos/U.Porto)

… e aposta reforçada no digital e nos cursos mais procurados

Numa análise aos números revelados pela DGES, há ainda a realçar o aumento de vagas nos cursos relacionados com as competências digitais, uma das grandes apostas do MCTES para o presente ano letivo e que será reforçada em 2022/2023.

Destaque para a Licenciatura em Engenharia Informática e Computação – oferecida pelas faculdades de Ciências e de Engenharia – que, depois do aumento de 100 vagas em 2021/2022, regista nova subida (260 para 283 vagas) para o próximo ano letivo. Já a Licenciatura em Inteligência Artificial e Ciência de Dados, também ela resultado de uma parceria pioneira entre a FCUP e a FEUP, terá 60 vagas disponíveis, mais cinco do que na primeira edição.

A U.Porto é ainda a responsável por mais de um quarto (28,75%) do total de vagas adicionais (44 em 153) aprovadas pelo MCTES para os cursos com maior concentração de melhores alunos em Portugal. Isto é, aqueles que apresentam um índice de excelência de candidatos superior a 100.

A este nível, os ciclos de estudo que mais “crescem” são as licenciaturas em Bioquímica (92 vagas) e Gestão (208), ambas com mais 12 vagas do que no ano anterior). Seguem-se as licenciaturas de Bioengenharia (92 vagas, +7), Engenharia e Gestão Industrial (107 vagas, +7) e Línguas e Relações Internacionais (66, +6).

Os restantes cursos da U.Porto que aumentam o número de vagas para 2022/2023 são Ciência da Informação (46, +8), Ciências do Meio Aquático (36, +4), Criminologia (46, +5), Design da Comunicação (57, +2), Filosofia (55, +5), História (77, +10), História da Arte (38, +6).

Engenharia Informática lidera nos cursos. FEUP nas faculdades

À semelhança do ano que agora termina, a lista de os cursos da U.Porto com mais vagas disponíveis para 2022/2023 volta a ser liderada pela Licenciatura em Engenharia Informática e de Computação, com 283, logo seguida do Mestrado Integrado em Medicina da Faculdade de Medicina (FMUP), com 245, e da Licenciatura em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da FEUP, com 230.

Neste “clube 200” entram também as licenciaturas em Economia e Gestão da Faculdade de Economia (FEP), ambas com 208 vagas, e a Licenciatura em Engenharia Mecânica da FEUP, com 200.

Numa análise por faculdade, os cursos da Faculdade de Engenharia são os que contribuem com mais vagas (1177) para as contas da U.Porto, representando mais de um quarto do total de lugares disponíveis.

Seguem-se as faculdades de Ciências (735 vagas para 14 cursos), Letras (695 vagas/13 cursos), Economia (416 vagas/dois cursos), Medicina (245/um curso), ICBAS (251 vagas/três cursos), Direito (218  vagas/dois cursos), Farmácia (175 vagas/um curso), Psicologia e Ciências da Educação (170 vagas/dois cursos), Belas Artes (146 vagas/três cursos), Desporto (123/um curso), Arquitetura (123 vagas/um curso), Medicina Dentária (65 vagas/um curso) e de Ciências da Nutrição e Alimentação (65 vagas/um curso).

A Licenciatura em Engenharia Informática e de Computação volta a liderar a lista dos cursos com mais vagas disponíveis. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

No total, as instituições de ensino superior universitário e politécnico públicas nacionais vão abrir 53.640 vagas para o CNAES 2021/2022, mais 1398 (2,6%) do que no ano anterior.

A U.Lisboa é a instituição com mais lugares disponíveis (7304), seguida da U.Porto (4604), da Universidade de Coimbra (3353), do Instituto Politécnico do Porto (3069) e da Universidade do Minho (2988).

Recorde-se ainda que são da Universidade do Porto cinco dos dez cursos com a média mais alta em Portugal em 2021: Medicina do ICBAS (190,3 valores), Engenharia e Gestão Industrial (189,8) e Medicina da FMUP (188,2).

A U.Porto foi também a universidade com a mais alta nota média de acesso no Ensino Superior, ao registar 166.4 valores como classificação média de entrada na  1ª fase do CNAES 2021/2022.

Como realizar a candidatura?

A 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2022/2023 decorre de 25 de julho a 8 de agosto, devendo a candidatura ser apresentada através do sistema online disponibilizado no site da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). Seguem-se mais duas fases, a decorrer de 12 a 23 de setembro (2.ª fase) e de 7 a 11 de outubro (3.ª fase).

Para retirar dúvidas e apoiar os candidatos em todo o processo, a U.Porto dispõe, tal como nos anos anteriores, de um Gabinete de Acesso ao Ensino Superior (GAES), que estará em funcionamento de segunda a sexta-feira, entre as 9h150 e as 12h30 e das 14h00 às 17h00.

O atendimento será assegurado, preferencialmente, via telefone, através do número 220 408 053, e/ou via email ([email protected]). O GAES-UP disponibiliza ainda um serviço de atendimento via chat / WhatsApp (só por mensagem escrita), no mesmo horário, através do número 967 180 457 .

Está igualmente prevista uma modalidade de atendimento presencial, destinada sobretudo aos candidatos detentores de habilitação estrangeira e candidatos ao abrigo de contingentes e regimes especiais (que exigem comprovação documental das respetivas condições). Nestes casos, o atendimento será realizado no edifício da Reitoria (Praça Gomes Teixeira, 4099-022 Porto) – das 09h15 às 12h30 e das 14h00 às 16h45 – e está sujeito a marcação prévia, através da plataforma criada para o efeito.

De forma a apoiar os candidatos no processo de escolha, a U.Porto disponibiliza ainda um portal com informação detalhada sobre a instituição e a sua oferta formativa.